A Prefeitura de Formiga e a Polícia Militar de Meio Ambiente realizaram uma fiscalização conjunta nessa terça-feira (19), nas propriedades rurais localizadas acima da barragem de captação de água do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae).

Nas comunidades rurais acima da barragem estão localizados os maiores produtores de hortifrútis do município.

Durante a vistoria, foram encontradas diversas irregularidades nas propriedades, como bombas que retiram quantidade de água superior à permitida, desperdício na irrigação e até uma barragem para represar água.

Os infratores foram notificados ou multados e todas as bombas foram lacradas e a barragem será destruída.

De acordo com a coordenadora da Defesa Civil, Vera Moreira, as bombas ficarão lacradas até que a situação do abastecimento de água na cidade se normalize.“Devido ao estado crítico que Formiga vive com a falta de chuva, infelizmente, somos obrigados a tomar medidas drásticas como essa. A prioridade é captar água para consumo humano. Isso pode prejudicar um pouco os produtores, mas, se isso não for feito, não chega água à barragem de captação, o que prejudica toda a população da cidade”.

O diretor do Saae, José Pereira de Sousa(Capitão Sousa), reforçou o pedido de compreensão e colaboração de toda a população. “No mês passado, me reuni com diversos produtores para solicitar apoio, que eles reduzissem a quantidade de água gasta nas lavouras. Porém, diante do que foi encontrado pelos fiscais, nota-se que o compromisso não foi mantido na maioria das propriedades visitadas. Neste momento de crise hídrica, é fundamental a colaboração de cada cidadão”, disse.

Participaram da fiscalização a secretária municipal de Gestão Ambiental, Giovana Borges, a coordenadora da Defesa Civil, Vera Moreira.

O abastecimento

Para abastecer toda a cidade, o Saae precisa retirar do rio Formiga 15 milhões de litros/dia de água bruta para tratamento, que somados ao adicional dos poços artesianos, perfaz um total de 19 milhões de litros/dia. Porém, atualmente, a captação e o tratamento de água bruta superficial estão em 8,5 milhões de litros/dia, portanto, quase 60% abaixo do nível adequado.

Diante deste cenário, o prefeito Eugênio Vilela se viu obrigado a decretar situação de emergência em Formiga. Um dos primeiros atos nesta condição, como medida paliativa, foi a contratação de empresa para perfurar cinco novos poços artesianos.

Economia

O Saae alerta à população que é fundamental valorizar a água que possui na caixa d’água. Por isso, economizar e reaproveitar a água são medidas muito importantes. Veja abaixo dicas para não desperdiçar:

– Deixe a torneira desligada ao escovar os dentes. Aberta, o gasto é 20 litros por minuto.

– Não demore no banho e desligue o chuveiro ao se ensaboar.

– Reutilize a água da máquina de lavar roupas para lavar pisos e regar plantas. Se possível, acumule a roupa para lavar todas de uma vez. Uma lavadora de 5 quilos consome 135 litros de água por uso.

– Não lavar calçadas, ruas e carros.

– Ao limpar o aquário, use a água para regar as plantas. Essa água contém nutrientes que fazem bem às plantas.

– Cuidado com os vazamentos e a manutenção da casa: uma torneira gotejando pode desperdiçar 46 litros de água por dia.

Foto: Secom//Divulgação

 

Fonte: Secom/Formiga||

Imprimir

Comentários