O Instituto de Pesos e Medidas do Estado de Minas Gerais (Ipem/MG) iniciou na manhã desta quarta-feira (29) a destruição de produtos apreendidos em fiscalizações em todo o Estado. A ação ocorre no galpão da Associação dos Catadores de Papel, Papelão e Material Reaproveitável de Belo Horizonte (Asmare), na rua Ituiutaba, 460, conforme convênio firmado com o Ipem-MG.

De acordo com informações do gerente de Fiscalização e Verificação Compulsória do Instituto, Raimundo Mendes, os produtos foram apreendidos por falta da certificação compulsória (obrigatória) do sistema Inmetro. Produtos como brinquedos, capacetes, preservativos, fios e cabos elétricos, entre outros, podem colocar em risco a saúde, segurança do cidadão e do meio ambiente, se forem fabricados de maneira inadequada, por isso a necessidade de regulamentação do processo de fabricação.

Ao todo, serão destruídos 9.850 produtos, sendo: 3.760 brinquedos, 2.789 preservativos masculinos, 3.225 unidades de material elétrico, 243,20 mangueiras para GLP, 20 extintores de incêndio, além mamadeiras, capacetes, válvulas etc. Raimundo Mendes explica que, inicialmente, os produtos são apreendidos de forma cautelar e a destruição só ocorre quando a apreensão se torna definitiva.

print
Comentários