O professor Heslley Machado Silva entrou para o quadro de doutores do Unifor-MG. A defesa da tese de doutorado em educação, linha de pesquisa em Educação e Ciência, foi realizada na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

A banca de defesa foi composta pelos pesquisadores  Dr. Eduardo Fleury Mortimer (orientador), da Faculdade de Educação da UFMG; Dra. Cláudia de Alencar Serra e Sepúlveda, do Departamento de Educação da UEFS (Universidade Estadual de Feira de Santana); Dra. Luciana Moro, do Instituto de Ciências Biológicas da UFMG; Dr. Francisco Ângelo Coutinho, da Faculdade de Educação da UFMG, e Dr. Fábio Augusto Rodrigues e Silva, do Instituto de Ciências Exatas e Biológicas da Ufop (Universidade Federal de Ouro Preto).

A tese intitulada “Professores de Biologia e Ensino de Evolução: Uma perspectiva comparativa em países com contraste de relação entre Estado e Igreja na América Latina” foi aprovada sem ressalvas, tendo sido destacado o esforço na coleta e análise de dados e a importância do diagnóstico produzido para a compreensão do ensino de Biologia (evolução) e suas relações contextuais.

Segundo Heslley Machado Silva, a pesquisa sobre o ensino de evolução biológica e suas implicações em relação à religião e condição de laicismo do país foi desenvolvida na Argentina, no Brasil e no Uruguai, com a aplicação de questionário e entrevistas com professores de Ensino Médio in loco. “Espera-se que a tese possa produzir muitos artigos que colaborem com a educação científica na América Latina”, enfatizou.

 

Unifor-MG

Imprimir
Comentários