O professor Heslley Machado Silva, do Unifor-MG participou, entre os dias 22 e 26 de setembro, do Congresso Global de Saúde Materno-infantil, em Barcelona, -Espanha. Na ocasião, o professor apresentou a pesquisa intitulada Monitoring of pregnant women: the influence of prenatal care and the level of information to decide the type of delivery to be performed (Acompanhamento de gestantes: a influência da assistência pré-natal e do nível de informação para a decisão do tipo de parto a ser realizado). A participação do professor recebeu apoio e financiamento do Centro Universitário
O trabalho desenvolvido pelo professor foi apresentado oralmente no dia 25 de outubro, e suscitou a participação do público com perguntas. De acordo com o professor, a pesquisa abordou a questão do número elevado de partos cesáreos no Brasil. ?Os números que apresentamos, na ocasião, causou espanto nos participantes de diversos países?.
Outros aspectos abordados no trabalho foram: a influência do cuidado pré-natal, em especial, das consultas previstas, na decisão do tipo de parto a ser realizado, além de como o nível de informação da gestante influencia na escolha.
A apresentação feita no Congresso da Espanha é um recorte da pesquisa intitulada Partos no município de Formiga-MG: Incidência, acompanhamento e consequências, desenvolvida pelo professor desde 2007, com a participação da aluna do curso de enfermagem, Angélica Rodrigues Costa, e, atualmente, com a estudante Camila Ribeiro, do curso defFisioterapia.
Sobre o desenvolvimento do trabalho, Heslley explicou: Primeiro, foi feita a coleta de dados junto aos hospitais. Em seguida, foram feitas entrevistas com obstetras e gestantes. Por último, foi feito o acompanhamento de gestantes durante todo o período gestacional, no intuito de entender como ocorria a decisão do tipo de parto a ser realizado e sistematizar os dados obtidos para produção de artigos, contou.
Para ele, o objetivo do estudo, a princípio, foi se inserir no núcleo de pesquisa e contribuir com o desenvolvimento da cultura de produção científica. Outra finalidade do trabalho é subsidiar políticas que possam ajudar a melhor equacionar o número de partos normais e cesáreas.
Pelo mundo
A pesquisa também foi aprovada para apresentação no 7º Congresso de Saúde e Doenças da Mulher, na Grécia, em setembro de 2008; no 12º Congresso Mundial de Saúde Pública, na Turquia, em abril de 2009; e apresentada e discutida no 19º Congresso de Saúde Sexual, na Suécia, em junho de 2009.
O trabalho também foi aprovado para apresentação nos seguintes eventos: 20th IUHPE World Conference on Health Promotion, em julho de 2010, ocorrido em Genebra, Suíça, e The 13th World Congress on Controversies in Obstetrics, Gynecology & Infertility (COGI), que ocorrerá em novembro, em Berlin, Alemanha. Infelizmente, não é possível participar de todos os congressos, , mas a aprovação nos diversos eventos revela a relevância do tema abordado na pesquisa, diz.
O professor Heslley é formado em ciências biológicas pelo Unifor-MG, possui especialização em biologia celular e molecular pela UFOP (Universidade Federal de Ouro Preto) e em biotecnologia pela UFLA (Universidade Federal de Lavras), e mestrado em educação pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais). Ele leciona nos cursos de enfermagem, ciências biológicas e pedagogia do Centro Universitário.

Imprimir
Comentários