Na manhã desta segunda-feira (23), durante o encontro de prefeitos, na Associação dos Municípios do Vale do Itapecerica (Amvi), o prefeito de Divinópolis, Galileu Machado (MDB), admitiu que os salários dos professores municipais começarão a ser escalonados.

Segundo informou o chefe do Executivo, o Estado deve à Prefeitura R$ 6 milhões referente ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) e por isso tem retirado recursos do caixa da Prefeitura para cobrir as despesas que deveriam ser pagas com recursos do Fundeb e, depois, não pode voltar com o dinheiro recebido para o caixa geral.

No encontro estiveram presentes representantes de 20 cidades da região, entre eles, o prefeito de Moema, Julvan Lacerda, que é também o presidente da Associação Mineira de Municípios (AMM).

Segundo Julvan, algumas medidas judiciais já foram tomadas por meio da Associação Mineira de Municípios para que o Governo de Minas tome uma posição. Já que, ainda de acordo com ele, a situação pode virar um caos a partir de agosto porque nenhum município tem condição de continuar suprindo as obrigações do Estado.

Apesar de anunciar o escalonamento, a Prefeitura de Divinópolis não se pronunciou como se dará o pagamento dos funcionários da educação que recebem pelo Fundeb.

(Foto: divulgação)

 

 

 

Fonte: sucessofm.com||

print

Comentários