O Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE/MG) notificou o governo do Estado nesta quarta-feira (4), informando, que, caso o pagamento dos salários não ocorra até o 5º dia útil do mês (dia 6 de julho) os profissionais da educação vão paralisar totalmente suas atividades a partir da próxima segunda-feira (9).

A notificação é fundamentada em decisão da categoria votada no 11º Congresso Estadual realizado de 31 de maio a 3 de junho.

De acordo com o Sind-UTE/MG, se iniciada, a paralisação será mantida até que o governo do Estado efetive o pagamento integral da primeira parcela dos salários dos servidores em atividade nas escolas estaduais, Superintendências Regionais de Ensino, do Órgão Central e aposentados da educação.

Desde o dia 23 de abril deste ano, a educação está em estado de greve.

Confira abaixo a notificação enviada ao Estado:

print

Comentários