Seguindo os critérios definidos pelo Ministério da Saúde, de neste primeiro momento serem vacinados os profissionais de saúde que atuam nos serviços de saúde público e privado, e idosos acima de 75 anos e pessoas com 60 anos ou mais que vivem em instituições de longa permanência, como asilos e instituições psiquiátricas, na manhã desta quarta-feira (20), médicos, técnicos de enfermagem, condutores socorristas e enfermeiros, que são os profissionais que atuam no atendimento à população, receberam a primeira dose da vacina contra o novo coronavírus.

Foram enviadas 85 doses da vacina para a imunização dos colaboradores da Central e uma equipe da Secretaria Municipal de Saúde ficou à disposição para aplicação.

A primeira a ser imunizada foi a médica reguladora Dalila Faria, seguida pelo condutor socorrista, Ezequiel Ferreira.

“A vacina neste momento veio como um combustível para gente seguir. É a esperança que está renovando em um momento que toda a equipe da linha de frente já está exausta, cansada, fadigada, com muita tensão física e mental. E foi muito gratificante ter sido a primeira a ser imunizada, representando todos os colegas do CIS-URG Oeste, que desde março têm executado com eficácia essa missão frente a esse desafio da pandemia”, destacou Dalila.

Os demais colaboradores do setor administrativo não serão imunizados nesta etapa. “Neste momento a prioridade são os profissionais de saúde que estão na linha de frente. Em um outro momento, quando tiver mais vacinas, serão imunizados”, explicou o secretário Executivo do CIS-URG, José Marcio Zanardi.

Os nomes dos colaboradores das 22 bases descentralizadas do Samu, que ficam em outras cidades da região Oeste, já foram repassados para a Secretaria de Saúde e os municípios ficarão responsáveis pela imunização.

Fonte: Samu

 

Imprimir
Comentários