Assim como Formiga o município de Bambuí aprovou lei que obriga agências bancárias a contratar vigilância armada.

O projeto de lei nº 063, de autoria do vereador Mário Sérgio foi aprovado nessa segunda-feira (13) pela Câmara da cidade.

De acordo com a proposta, as instituições bancárias públicas ou privadas e as cooperativas de crédito localizadas no município ficam obrigadas a contratar vigilância armada para atuar 24 horas por dia, inclusive em finais de semana e feriados.

Segundo o vereador Mário Sérgio, “trata-se de uma forma de tentar fornecer maior segurança aos cidadãos bambuienses, devido ao grande número de explosões a bancos ocorridas no município. A segurança pública deve ser uma prioridade”.

Em Formiga

Além da lei que obriga vigilância armada nas agências bancárias, em Formiga também foi aprovada a lei que obriga os estabelecimentos financeiros a instalarem, nas fachadas externas e nos outros acessos externos, grades ou portas de ferro e câmeras de alta definição.

As leis municipais 5.200 e 5.208 são de autoria do vereador José Geraldo da Cunha/PMN (Cabo Cunha). A regulamentação das leis já foi assinada pelo prefeito Eugênio Vilela e os estabelecimentos têm até o dia 18 de janeiro para realizarem a adaptação. Caso isso não ocorra dentro do prazo, pode haver punições por parte do município.

As câmeras instaladas deverão ser de alta definição, com pelo menos 2 megapixels cada uma e abrangência de 360 graus. As grades têm de ser de aço, fixas ou móveis nas portas, com anteparos ou não.

Para a vigilância armada, terá de ser providenciado escudo de proteção ou cabine, medindo, no mínimo, dois metros de altura, contendo assento apropriado, botão de pânico e terminal telefônico, para acionar rapidamente a polícia, e dispositivo que acione sirene de alto volume no lado externo do estabelecimento.

IMPRIMIR
Fonte:

TV Bambuí