Depois de muitos questionamentos, debates e explicações, o projeto de lei 187/2010, que autoriza a abertura de crédito especial, no valor de R$ 78.034,43, para a conclusão das obras da fábrica de gelo a fim de atender aos pescadores de Formiga, foi finalmente aprovado na Câmara Municipal na reunião desta segunda-feira (3).
Há duas semanas, o presidente da Associação Regional de Pescadores e Aquicultores (Arpa), Ettore Dehon Natale, fez uso da ?Tribuna do Povo? e questionou sobre o repasse do governo federal de mais de R$ 100 mil para a construção da fábrica de gelo, que está paralisada desde 2008. O local foi invadido pelo mato e foi alvo de furtos. Ettore Dehon pediu aos vereadores que ajudassem a associação a resolver o problema.
Na sexta-feira passada (30), em solicitação do vereador Eugênio Vilela/PV, o secretário de Desenvolvimento Econômico e Parcerias, Paulo César Rodrigues da Costa (Paulinho da Fidalga), esteve na Câmara para explicar sobre a paralisação da obra. Ele esteve acompanhado do secretário adjunto de Gabinete, Fernando Porto.
O vereador Eugênio Vilela solicitou a presença do secretário para obter esclarecimentos no intuito de que ele e Reginaldo Henrique dos Santos (Dr. Reginaldo/PCdoB) emitissem os pareceres para a aprovação do projeto, que foi encaminhado ao Legislativo no dia 8 de março deste ano para ser apreciado pelos edis.
Paulo César mostrou ao vereador toda a documentação e explicou que, dentro de uns 20 dias, deve ocorrer uma licitação e que a Prefeitura tem um prazo até o dia 23 de junho para a conclusão da obra.
Durante a aprovação do projeto, Eugênio Vilela disse que os vereadores foram até o local e verificaram a situação em que a obra se encontrava. ?Fomos surpreendidos pela não informação que o presidente da Arpa, Ettore Dehon, não tinha a respeito do andamento da obra. Fomos verificar o que estava ocorrendo e ,na sexta-feira passada, o secretário Paulinho esteve aqui na Câmara, com toda a documentação que foi entregue a mim, e vai ficar na secretaria desta Casa, caso os vereadores queiram ter acesso a ela. O fato de nós fiscalizarmos e cobrarmos solução do Executivo para a conclusão dessa obra e a fabricação de gelo iniciada é função nossa. O secretário me passou toda a documentação do Ministério da Pesca, não há porque não aprovarmos este valor para a conclusão das obras. Se, até o dia 23 de junho, a obra não for concluída, se o dinheiro público ?derreter?, já que é uma fábrica de gelo, nós continuaremos fazendo o nosso trabalho. Já liguei para o senhor Ettore Dehon e ele ficou feliz com a notícia?, explicou o vereador.
Dr. Reginaldo ressaltou que, desde março, ele também havia feito um pedido de esclarecimento sobre a fábrica de gelo. ?Após o vereador Eugênio Vilela se reunir com o secretário, já que eu tive um problema de saúde e não pude comparecer, ele me ligou e disse que estava tudo certo e dei meu parecer. As coisas têm que ser esclarecidas e, na medida em que o secretário teve humildade, veio aqui na Câmara, prestou esclarecimento, trouxe a documentação e o projeto está sendo aprovado hoje [segunda-feira]. A melhor prática política que existe e que uma pessoa entenda a outra é conversar, é trocar ideia, é o diálogo. É importante ressaltar mais infraestrutura para que esses pescadores possam trabalhar?, concluiu.

Imprimir
Comentários