Os arcoenses Antônio Victor Ribeiro de Oliveira e Geraldo Aparecido Lino estiveram na Câmara Municipal de Arcos, na sexta-feira (15) para protocolarem o Projeto de Emenda à Lei Orgânica, de iniciativa popular, reduzindo para nove o número de cadeiras do Legislativo. Atualmente, a Casa conta com 13 vereadores.

O documento conta com 1.900 assinaturas, mais de 5% do eleitorado, número legal para a criação do projeto.

A presidente da Câmara, Cidinha Alves, explicou que  recebeu o projeto com muita tranquilidade. “Em minha gestão, pretendo ouvir a população arcoense e como ocorreu uma grande movimentação neste sentido, em 2015, este é um dos primeiros projetos que vou colocar em discussão na Casa. Devido ao número de assinaturas, o Projeto de Emenda se torna obrigatório à discussão e votação, mas independentemente disso, já era um objetivo para o início das reuniões ordinárias.”, disse Cidinha.

Geraldo Lino destacou que o projeto, além de pleitear algo pertinente, tem o poder de conscientização do cidadão. “Além disso, cria-se um caminho para aqueles que pretendem lutar. Se queremos um Brasil melhor, o caminho é esse”.

O arcoense contou ainda que em 2011 foi protocolado um projeto e não havia presidente ou assessores para recebê-lo. “Hoje, vemos diálogo e abertura na presidência de Cidinha, que nos aguardava com um assessor jurídico e assessoria de comunicação da Casa,” explicou.

Já Antônio Victor destacou a legalidade do projeto e o grande número de assinaturas. “Precisávamos de 1.503 assinaturas e obtivemos 1.900”.

 

Fonte: Portal Arcos||http://www.portalarcos.com.br/noticia/20473/Projeto-de-iniciativa-popular-e-protocolado-na-Camara-de-Arcos

Imprimir

Comentários