As datas de inscrição e de aplicação das provas do concurso público da Prefeitura de Carmo do Cajuru foram alteradas.

Com a retificação do edital, os interessados deverão fazer a inscrições online a partir do dia 26 de abril no site da Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa (Fundep). As provas foram remarcadas para o dia 25 de julho.

Anteriormente, as inscrições estavam previstas para começar no dia 22 de março e poderiam ser efetivadas até dia 22 de abril. A prova estava marcada para ser realizada no dia 26 de abril.

Publicado em janeiro, o edital do primeiro concurso público de 2021 oferece 102 vagas para nível médio e superior, que irão preencher 32 cargos entre auxiliar de serviços gerais, motorista, mecânico, operador de máquinas, fiscal de rendas e fiscal sanitário, médico veterinário e outros. Os salários variam entre R$1.127,78 a R$ 3.200,95.

Outra mudança foi nos cargos que terão aulas práticas de caráter eliminatório. Serão realizadas para o nível Elementar, cargos de mecânico e operador de motoniveladora; e para o nível médio e médio Técnico, para auxiliar de informática e técnico em topografia. Cargos de professor de informática não precisará fazer prova prática.

O concurso é realizado pela Prefeitura por meio da Secretaria Municipal de Administração e Recursos Humanos e da Fundep.

Habilitação e requisitos

A Habilitação para o interessado em fazer a prova para fiscal de rendas, técnicos em meio ambiente e em topografia, bibliotecário e fiscal sanitário teve alteração.

No primeiro edital, o candidato para exercer a função de fiscal de rendas deveria ter ensino médio e registro no Conselho Regional de Contabilidade (CRC). Na retificação, a habilitação necessária é ter o ensino médio.

Para técnico em meio em ambiente, a exigência no primeiro edital era ter o ensino médio técnico em meio ambiente e o registro no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea-MG). A exigência, agora, é ter registro no Conselho Federal de Técnicos.

O técnico em topografia, que também exigia o registro no Crea-MG, além do ensino médio técnico, também alterou a habilitação para ter registro no Conselho Federal de Técnicos.

Bibliotecário e Fiscal Sanitário, que tinham como exigência curso superior, passaram a necessitar para exercer função nível superior em Bilioteconomia e registro profissional no Conselho Regional de Biblioteconomia (CRB) no primeiro e nível superior em cursos das áreas de saúde no segundo.

Edital

Para participar do concurso o candidato deve atender aos seguintes requisitos:

  • Ter nacionalidade brasileira, ressalvados os cargos em que a Constituição Federal expressamente admitir a nomeação de estrangeiros.
  • Gozar dos direitos políticos e estar quite com as obrigações eleitorais.
  • Estar quite com as obrigações do Serviço Militar, quando se tratar de candidato do sexo masculino.
  • Ter 18 anos de idade completos até a data de posse.
  • Ter aptidão física, mental e psicológica para o exercício das atribuições do cargo, a ser aferida em perícia médica oficial, realizada por unidade pericial competente, nos termos da legislação vigente.
  • Comprovar a escolaridade exigida para ingresso nos cargos, nos termos do Anexo I deste Edital.
  • lograr habilitação prévia em concurso público, ressalvada a atribuição de cargo de livre provimento em comissão.
  • Não possuir antecedentes criminais, devidamente demonstrado através de certidão negativa
  • Emitida pelo órgão competente.

O candidato poderá se inscrever em até dois cargos desde que seja respeitado o turno de realização da prova. As avaliações deste concurso deverão ocorrer após o mês de fevereiro, em local e horário previamente divulgado pela Prefeitura.

  • Matutino – nível elementar, nível fundamental incompleto/completo e nível Superior.
  • Vespertino – nível médio/médio técnico.

 

 

 

 

print
Comentários