Na edição 887 do jornal Nova Imprensa, que circulou no dia 14 de fevereiro deste ano, foi divulgado, com exclusividade os valores gastos pela administração Moacir Ribeiro em publicações oficiais.
Em apenas um ano, foram gastos mais de R$600 mil. A administração em um período de três anos gastou pouco mais que isso R$ 718.
Os valores foram repassados aos três jornais impressos da cidade. Jornal Nova Imprensa (R$70.228), Jornal Tribuna (R$116,525) e Jornal O Pergaminho R$ 417,574.
Após a divulgação desses números, no dia 17 de fevereiro foi dada entrada na Câmara Municipal do Projeto de Lei 139/2014 que definia a divulgação dos atos do executivo em meio eletrônico, o que faria as despesas com publicações despencarem.
Na própria justificativa apresentada pela administração, é afirmado que a alteração possui ?como fundamento básico a economia do dinheiro público, uma vez que essa nova forma de publicação possui custos em muito inferior àquelas que têm sido adotadas?.
O texto confirma ainda, que a mudança garante a efetivação de transparência e publicidade dos atos públicos.
O projeto deu entrada na Casa em regime de urgência, porém foi retirado após a administração ser cientificada pela Câmara que o município já possui legislação específica que permite as publicações dos atos municipais pela internet (Art. 81, IV da Lei Orgânica). A mudança agora será feita por meio de Decreto do prefeito que já está sendo providenciado.
Com a mudança, os atos municipais serão divulgados por meio do site do Diário Oficial da Associação dos Municípios Mineiros (AMM) e estarão disponíveis para consulta gratuita.
As cidades de Divinópolis, Araxá, Luz e Pará de Minas são algumas das que já adotam esse sistema econômico de publicação. A Câmara de Formiga também faz suas publicações pela internet.

Imprimir
Comentários