Redação Últimas Notícias

Uma operação contra o tráfico de drogas, realizada na manhã desta sexta-feira (27), em Formiga e Córrego Fundo, culminou na prisão de quinze pessoas e apreensão de um menor. Quatro pessoas estão foragidas.

A ação nomeada de “Lanterna dos Afogados” foi realizada pelo Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco), Ministério Público, Polícias Militar e Civil e Departamento Penitenciário Estadual (Depen).

A operação teve início a cerca de 6 meses e consistiu no  combate ao tráfico de drogas, associação para o crime de tráfico e roubo de carga em Formiga e Córrego Fundo.  A ação culminou na recuperação em Pains de uma carga de café roubada na cidade de Piumhi, apreensão de armas e simulacros de armas de fogo, dinheiro em espécie, cheques, pinos de cocaína, maconha e drogas sintéticas. A maioria dos investigados são de Córrego Fundo.

Foto: Paulo Coelho/Últimas Notícias

A ação contou com a coordenação do representante do Ministério Público em Formiga, o promotor Ângelo Ansanelli Júnior e do MP em Divinópolis, o promotor Leandro Wili, além do empenho de 106 policiais militares, 30 viaturas e uma aeronave de Belo Horizonte que foram coordenados pelo comandante do 63°BPM, major Many Sidata Rodrigues; de uma equipe com 45 policiais civis coordenada pelo delegado regional, Irineu José Coelho Filho; e de uma equipe  com 10 agentes da Seap coordenada pelo diretor de Segurança, Leandro de Sousa.   

Apreensões

Durante a ação policial foram apreendidos: 24 pinos de cocaína; um cigarro de maconha, cinco buchas, cinco tabletes e uma barra da droga pesando aproximadamente um quilo, além de um pote contendo resquícios de maconha; duas máquinas de cartão de crédito e 10 cartões de crédito; três trituradores de drogas (dichavador); nove Certificados de Registro de Veículo (CRV); quatro contratos de compra/venda de imóveis; um pacote contendo saquinhos de chup-chup usados para embalar as drogas; quatro armas de fogo apreendidas- dois revólveres calibres .32 e .38 e duas espingardas calibres .44 e .20 – além de seis cartuchos calibre .38 (sendo três intactos e três deflagrados);  um cartucho deflagrado calibre .44; um simulacro de arma de fogo (sinalizador) e um cartucho para sinalizador; um simulacro de arma de fogo marca/modelo não identificado; uma maleta preta para acondicionamento de pistola contendo manual de instrução, flanela e escovas para limpeza;  dois carregadores de pistola calibre .380 e 21 munições calibre .380. Foram apreendidos ainda R$725 em dinheiro; R$70.483 em cheques e 17 telefones celulares.

Os nomes dos envolvidos não foram divulgados para a imprensa.

O promotor Ângelo Ansanelli agradeceu o apoio da juíza da vara criminal que com presteza liberou as ordens judiciais e alerta aos pais para cuidarem dos filhos inclusive dos menores que frequentam as festas raves realizadas na região onde estão ocorrendo comercialização de drogas sintéticas.

Promotor Ângelo Ansaneli Júnior
Comandante do 63° BPM major Many Sidata Rodrigues e Silva
Promotor Leandro Wili
Delegado regional Irineu José Coelho Filho

Imprimir
Comentários