“O racionamento no abastecimento d’água está de volta em Formiga”. Essa é a informação que chegou aos veículos de imprensa da cidade nesta segunda-feira (16). O estranho, é que ninguém ficou sabendo da suspensão.

De acordo com a administração municipal, a falta de chuvas e a consequente queda no nível da barragem de captação do Saae foram as principais causas para que a medida voltasse a ser tomada. Porém, no dia 6 de outubro, última vez em que o assunto foi tratado pela administração, quando do deslacramento das bombas de sucção dos produtores rurais da cidade, a informação era de que o rodízio no fornecimento seria mantido. Segundo a fala do diretor da autarquia, José Pereira de Sousa (Capitão Sousa) à época, “A situação não está cem por cento ainda. Embora as chuvas tenham aparecido, o volume captado não é totalmente satisfatório…”.

Fato é que a situação se agravou e segundo o Saae, a partir de agora, cada bairro será abastecido três dias por semana. Porém, nas redes sociais, há dezenas de reclamações de moradores dos bairros Ouro Negro, Balbino Ribeiro e Novo Horizonte por falta de abastecimento. Em alguns locais, não cai uma gota d’água nas caixas há oito dias. Lembrando que os últimos cinco foram de feriado prolongado, impondo aos moradores uma situação desumana.

Confira o novo cronograma de distribuição de água:

Nas segundas, quartas e sextas-feiras, será fornecida água nos sistemas Novo Horizonte, Picolé, Cristo e Santa Luzia, que abastecem os seguintes bairros: Novo Horizonte, Bela Vista, Areias Brancas, Santo Antônio, Novo Santo Antônio, Centenário, Santa Tereza, Bom Pastor, Cidade da Serra, Eldorado, Sagrado Coração de Jesus, São Luiz, Elza Dinorah, Ouro Negro, Souza e Silva, São Sebastião, São Lourenço, Del Rey, Água Vermelha, Santa Luzia, Engenho de Serra, São Raimundo, Serra Verde e Jardim Minas Gerais.

Nas terças, quintas e sábados, serão abastecidos os sistemas Rosário, Nossa Senhora de Lourdes, Alvorada e Centro. Eles atendem os bairros Rosário, Padre Remaclo, Jardim América, Centro, Quartéis, Vila Ferreira, Nossa Senhora de Lourdes, Ramiro Batista, Vila Carmelita, Ouro Verde, Ouro Branco, Rosa Mística, Jardim Montanhês, Quinzinho, Alvorada, Alto da Praia, Jardim das Oliveiras e São Judas.

Aos domingos, o abastecimento será de 12 horas para cada setor.

De acordo com o diretor do Saae, Capitão Sousa, “Com um pouco de chuva que caiu em Formiga, muita gente achou que já podia lavar ruas, calçadas, carros, encher piscina e desperdiçar água de várias outras maneiras. Mas as coisas não são assim. Precisamos de que chova muito mais para podermos retornar com o abastecimento normalmente. Por isso, é preciso que cada pessoa guarde o máximo possível de água para o seu consumo, pois a previsão é de pouca chuva para os próximos dias”.

Telefones

Além da falta de abastecimento, a maior reclamação da população está no fato de nunca serem atendidos pelos telefones do Saae. Segundo nota da administração, a culpa é da operadora Oi. “Se não bastasse a pouca quantidade de chuva e as dificuldades no abastecimento, o Saae também está com problema em seus telefones. A direção da autarquia abriu chamado com a Oi na semana passada e hoje para solicitar os devidos reparos, mas ainda aguarda técnicos da empresa para solucionarem o problema”.

 

Imprimir