Desde terça-feira, 9, o preço do diesel ficou cerca de 9,6% mais barato, segundo anunciou o Ministério da Fazenda. É que na noite de segunda-feira (8), a Petrobras anunciou a redução de 15% no preço do combustível nas refinarias, livre da incidência de impostos, e queda de 4,5% no preço da gasolina. Em contrapartida, o Ministério da Fazenda declarou o aumento da alíquota da Contribuição de Intervenção de Domínio Econômico (CIDE) de R$ 0,03/litro para R$ 0,07/litro, o que conterá a queda do preço para o consumidor final.
Com a medida, o ministério restaurou a alíquota do imposto vigente até 30 de abril de 2008, quando a Petrobras anunciou a elevação no preço do combustível de 15%. Mesmo assim, a redução do preço praticado pela Petrobras fará com que o preço pago pelas distribuidoras sofra redução média de 10,6%, representando queda média de 9,6% nas bombas, já levando em conta o impacto da elevação da mistura do biodiesel de 3% para 4%, a partir de 1º de julho.
Na gasolina, o aumento da CIDE foi de R$ 0,05/litro, passando a ser R$ 0,23/litro para o combustível. Neste caso, a alíquota da CIDE não foi restaurada ao valor do ano de 2008, quando o preço do combustível subiu10%. Nesse caso, o preço da gasolina não deve alterar nas distribuidoras e o preço ao consumidor também não deve mudar.

print
Comentários