A I Semana de Arquitetura e Urbanismo do Unifor foi realizada entre os dias 7 e 9 de maio, com o objetivo de conscientizar os discentes em relação à sustentabilidade.
O evento contou com uma vasta programação, com palestras, mesas redondas e diversas oficinas.
A abertura do evento foi feita pelo reitor do Unifor, Marco Antonio de Sousa Leão, que deu as boas-vindas aos palestrantes da noite, alunos, professores, coordenadores e demais convidados. Ele agradeceu a presença de todos e ressaltou a importância do evento e da participação dos acadêmicos nas atividades desenvolvidas na instituição.
O reitor do Centro Universitário também parabenizou a coordenadora do curso de arquitetura e urbanismo, Hiveline Giovani Canan, pela iniciativa. Ele falou ainda sobre o concurso para a edificação da nova portaria principal do Unifor, que está com o edital aberto para os alunos do curso, do 5º ao 7º períodos.
Palestras
A palestra de abertura foi ministrada pela arquiteta Ana Carolina Veloso, da empresa Ares Arquitetura Bioclimática, de Belo Horizonte, com o tema A importância da Arquitetura Bioclimática, selos de certificações e regulamentações técnicas no setor da construção civil.
A arquiteta abordou o conceito de sustentabilidade, como as construções vão afetar as gerações futuras, eficiência energética em edifícios, construção sustentável e sua tendência mundial, a sustentabilidade aplicada à construção, consumo de energia elétrica no Brasil, impacto na construção civil, impacto atual das construções no Brasil, certificações ambientais, dentre outros assuntos. Ela ainda mostrou, por meio de imagens, exemplos de condomínios sustentáveis e falou de seus benefícios.
Outra palestra, com o tema A norma de Desempenho (NBR 15575) e sua repercussão no mercado da construção civil e nas empresas/escritórios de Arquitetura, foi proferida pelo professor Eduardo Cabaleiro Cortizo, da UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais). Ele explanou sobre sistemas construtivos (materiais e conjuntos), normas de desempenho, materiais inovadores e não inovadores. Em relação à Norma NBR 15575, abordou sobre a experiência internacional, estágio atual, estrutura lógica, equívocos da primeira proposta, aspectos jurídicos e expectativas.
No segundo dia do evento, foram ministradas outras três palestras. Uma delas, com o tema indicadores ambientais e técnicas sustentáveis aplicadas à Arquitetura e Urbanismo, e teve como palestrante o engenheiro Henrique Ribeiro, da Ambiência Soluções Sustentáveis ? BH. Ele explicou sobre as soluções sustentáveis para a construção civil e para as cidades de um modo geral, além de mostrar a relação entre a construção civil e os impactos ambientais, fazendo os alunos refletirem sobre o assunto.
Luiz Arruda, da Elege Engenharia do Valor & Sustentabilidade ? BH, ministrou a palestra: A sustentabilidade do valor aplicada à arquitetura. Na ocasião, abordou sobre o desperdício, a Teoria do Caos, Pegada Ecológica, a Pegada D?Água e enfatizou sobre os sete tipos de valores: religioso, jurídico, ético, social, político, estético e salientou principalmente o econômico. Também falou sobre a desvalorização econômica da água e mostrou a relação entre valor econômico e desperdício.
Finalizando o ciclo de palestras, o professor José Euzébio Costa Silveira, de Belo Horizonte, explanou sobre o tema Arquitetura da terra e sustentabilidade.
No último dia da I Semana de Arquitetura e Urbanismo, foram realizadas oficinas na Praça de Alimentação do Prédio I sobre: Maquete, com Alexandre Mendes; Fotografia, com Carolina Nogueira, Artesanato, com Lavínia Lopes, Croqui, com Ângela Roseana David e Dança, com Guilherme Moreira.

Imprimir
Comentários