Na tarde desta sexta-feira (9), foi realizada na Câmara Municipal a primeira audiência da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI da Saúde), instaurada no dia 3 de agosto. O primeiro depoente foi o vereador Cid Corrêa/ PR. O depoimento foi tomado pelos vereadores, José Gilmar Furtado/DEM (presidente da CPI), Eugênio Vilela/PV (relator) e Edmar Ferreira/PT (membro).
Cid Corrêa falou sobre as investigações e a má gestão na Secretaria Municipal de Saúde. No requerimento 078/2009, assinado pelo vereador e autor das denúncias, constam vários motivos para a averiguação de irregularidades na secretaria.
Questionado pelo presidente da CPI, José Gilmar Furtado, sobre as fontes das possíveis irregularidades, Cid Corrêa disse que foi procurado por várias pessoas do município, funcionários da Santa Casa, da própria Secretaria de Saúde, além de denúncias feitas pela imprensa local.
Não tenho parentes na Secretaria de Saúde, estou é preocupado com a saúde precária em Formiga. É preciso brigar por uma saúde de qualidade, criticar e elogiar quando for preciso. Estou aqui apenas como denunciante para fazer valer a pena a saúde em nossa cidade, disse.
Durante a oitiva, vários itens foram apresentados. O vereador disse que foi informado de que, nos postos de saúde, faltam gazes, seringas e outros materiais. Há uma falta de planejamento, uma sobrecarga de funcionários que reflete no processo licitatório.
Cid Corrêa falou também da deficiência na manutenção de veículos na secretaria, o que dificulta o transporte de pacientes. Vários veículos ficam parados por um bom período, prejudicando também o trabalho dos servidores.
Negligências com o pré-natal também foi assunto na reunião. Segundo informou o vereador, a imprensa chegou a divulgar a morte de um recém-nascido por falta de acompanhamento médico e que o caso está sob investigação do Ministério Público. Outro assunto noticiado na mídia seria o número de exames na secretaria, que teriam diminuído devido à falta de contratação de servidores, explicou.
O vereador ressaltou ainda sobre os convênios entre a secretaria e a Santa Casa. Existem centenas de cirurgias e milhares de consultas que estão paradas. Este também foi um assunto divulgado pela imprensa local. A Secretaria de Saúde deveria firmar convênios com médicos e hospitais de Formiga e não transferir pacientes para outras cidades. Há uma grande demanda e demora na realização de determinadas cirurgias na secretaria.
Ainda no depoimento Cid Corrêa falou de desvios de funcionários na pasta da saúde. Segundo ele, faltam profissionais em alguns setores e grande quantidade em outros. O depoente citou também a falta de planejamento na aquisição e armazenamento de remédios, gerando a perda de medicamentos, e afirmou que houve mudança de local da Farmácia Municipal após a instauração da CPI.
O vereador terminou o depoimento falando que quer brigar por uma saúde de qualidade em Formiga. Quando precisar de criticar, vou criticar, assim como quando precisar de elogiar, vou elogiar Cid Corrêa disse que passará vários nomes para o presidente da CPI, que irão relatar casos e motivos para a investigação na Secretaria de Saúde.

print
Comentários