Os preços dos remédios vão subir no país. Conforme publicado no Diário Oficial da União, em 14 de março, os medicamentos terão reajuste a partir do dia 31 deste mês. O governo autorizou o aumento médio de 4,7% no preço dos 19.260 remédios comercializados no Brasil, mas alguns podem chegar a ter preços acrescidos em 3,54% ou 6,01%.
A variação no índice depende da quantidade de genéricos vendida por tipo de medicamento. Quanto maiores as vendas, maior é o reajuste máximo que a indústria pode aplicar. De acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), a lista completa com os novos valores dos medicamentos será divulgada próximo à data de início do reajuste, que valerá até março do ano que vem. A partir daí, um novo aumento deverá ocorrer.
Uma dica para quem quer fugir do aumento é procurar farmácias populares ou postos de saúde, que fornecem medicamentos básicos gratuitamente. Entretanto, vale lembrar que os fabricantes podem aplicar percentual menor que o autorizado ou até mesmo não aumentar os preços.

Imprimir
Comentários