A Renault e Flavio Briatore, seu chefe, resolveram abrir um processo contra Nelson Piquet e Nelsinho Piquet após uma tentativa, de acordo com o time, de chantagem, para a permanência do piloto no restante da temporada da F1 2009. A equipe francesa enfrenta acusações de ter ordenado o acidente do brasileiro no GP de Cingapura de 2008, para beneficiar Fernando Alonso na corrida. O espanhol venceu a prova.
Em nota, Briatore negou as acusações e as chamou de mentiras ultrajantes. A ameaça de um processo se tornou real nesta sexta-feira (11), após um comunicado oficial da equipe francesa.

print
Comentários