Uma residência do bairro Geraldo Veloso foi alvo de vários disparos de armas de fogo na madrugada dessa sexta-feira (25). Ao fim da ação, 10 pessoas foram conduzidas para a Delegacia pelos militares.

Por volta de 00h30, um motorista de táxi, recebeu chamado para uma “corrida”. No local determinado, foi abordado por três indivíduos que entraram no veículo e ordenaram que ele acompanhasse uma motocicleta ocupada por outros dois indivíduos, seguindo em direção ao bairro Geraldo Veloso.

Durante o percurso até o bairro, dois dos indivíduos retiraram de dentro de pochetes, dois revólveres e passaram a comentar sobre as intensões de matar os outros dois indivíduos. Já no bairro, o taxista precisou passar por diversas ruas, enquanto os suspeitos procuravam por seus desafetos. Como não os localizaram, seguiram em direção à rua Professor Antônio da Costa Leite, no bairro Nossa Senhora Aparecida (Água Vermelha) .

No local,  os suspeitos que estavam armados com os revólveres desceram do táxi e, junto com um dos suspeitos que estava na motocicleta, efetuaram vários disparos de arma de fogo em direção a uma residência.

Após os disparos, os suspeitos determinaram que o taxista retornasse ao ponto em que haviam embarcado, no bairro Nossa Senhora Aparecida (Água Vermelha), onde desceram e mandaram a vítima ir embora, não pagando pela corrida.

A Polícia Militar foi acionada e no local, iniciou rastreamento em busca dos suspeitos: dois menores, de 16 e 17 anos e cinco homens com idades entre 18 a 28 anos, todos bastante conhecidos no meio policial por envolvimento em vários crimes cometidos na cidade.

Durante a ação, os militares perceberam que acontecia uma festa na casa de um dos suspeitos, o adolescente de 17 anos. Foi feito monitoramento por algum tempo e os policiais perceberam que outro suspeito, um homem de 28 anos, entrava e saía do local, a todo momento, em uma motocicleta.

Os militares chamaram no portão e perceberam quando três indivíduos saíram correndo para os fundos da casa. Imediatamente, foi realizado um cerco ao imóvel. Dois dos suspeitos que pularam o muro foram presos e um menor foi apreendido com um revólver calibre 38. Com o menor, havia ainda 10 munições do mesmo calibre intactas.

Outro indivíduo, um rapaz de 19 anos foi preso portando uma pochete com quatro pedras de crack e duas munições calibre 32.

Durante buscas no interior da casa, os militares ainda apreenderam uma bucha de maconha e quatro munições calibre 38 e outro revolver calibre 32, municiado com seis cartuchos intactos, além de mais 10 munições do mesmo calibre, intactas.

Ao final da ação policial, os cinco suspeitos foram presos e cinco menores foram apreendidos em flagrante delito, sendo todos eles conduzidos para a Delegacia da Polícia Civil da cidade, juntamente com as armas, munições, drogas, celulares e demais objetos apreendidos, onde a autoridade policial ratificou todas as prisões e apreensões.

 

 

Redação do Jornal Nova Imprensa Polícia Militar

Imprimir