No período de dezembro a janeiro, muitas pessoas viajam e se preocupam com a segurança das casas, porém, além da segurança patrimonial, é importante pensar também na saúde. Muitas vezes, o inimigo está muito mais próximo, às vezes dentro de casa e, ao viajar, é necessário verificar se nos quintais há possíveis reservatórios de água que podem servir de criadouro para o mosquito da dengue.
O período de férias também coincide com o maior período de chuvas no Estado e, por isso, todo cuidado é pouco, principalmente com o lixo.
Antes viajar de férias algumas recomendações devem ser seguidas:

– Verifique se em seu quintal pode ter algum objeto que acumule a água das chuvas e possa servir de criadouro para o mosquito da dengue.
– Não deixe que a água das chuvas possa acumular sobre a laje;
– Antes de viajar, procure eliminar todo o lixo da residência e do quintal;
– Mantenha a caixa d?água completamente fechada;
– Mantenha bem tampados tonéis e barris d?água;
– Não deixe pratinhos debaixo dos vasos de plantas;
– Retire folhas, galhos e tudo o que possa impedir a água de correr pelas calhas;
– Retire as vasilhas dos animais para que não acumulem água. Caso os animais fiquem sob o cuidado de algum vizinho, solicite também que ele lave semanalmente as vasilhas;
– Jogue no lixo todos os objetos que possam acumular água, como embalagens usadas, potes, latas, copos, pneus e garrafas vazias;
– A água de piscina também pode ser um possível criadouro do mosquito. Se a água estiver bem tratada e com concentração recomendada de cloro, o mosquito não se desenvolve. Já foi comprovado que água com cloro e água salgada funcionam como repelentes.

print
Comentários