Na semana passada foram iniciados os trabalhos de revitalização do Ribeirão São Domingos. A iniciativa faz parte do Projeto de Revitalização de Sub-bacias hidrográficas do Rio São Francisco, idealizado pelo Governo do Estado.

Por ter o ribeirão em seus domínios, mais precisamente na comunidade rural de Luanda, Formiga está recebendo da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) investimento de R$84.904,20 para a construção de 260 bacias de captação de água de enxurradas e dez quilômetros de terraços.

O projeto foi elaborado pelo técnico da Emater, José Alberto Diniz, que também orienta tecnicamente a construção das bacias de captação e as curvas de nível. Os trabalhos são coordenados em conjunto pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, e pela Emater.

Até o momento, o projeto engloba uma área de 1.733 hectares, envolvendo 31 propriedades rurais.

Visita

Nesta terça-feira (11), visitaram as obras, o prefeito Eugênio Vilela, o engenheiro agrônomo da Emater, Lacir Rowilson, e representantes das secretarias municipais de Desenvolvimento Econômico e Gestão Ambiental e da Polícia Militar de Meio Ambiente.

“Nosso programa de governo contempla estudos e ações de preservação das matas e das águas. Formiga possui hoje mais de 500 nascentes, que precisam ser tratadas visando sua conservação e manutenção. Mesmo não pertencendo à bacia do Rio Formiga e, consequentemente, do Rio Grande, o Ribeirão São Domingos está presente em área do Município e é contemplado com tão valoroso projeto”, comentou Eugênio Vilela.

“A construção de bacias de captação e terraços visa conservar solo e água, com a retenção das águas das chuvas, forçando a sua infiltração no solo, preservando as nascentes e melhorando as condições de umidade do solo, favorecendo as pastagens e lavouras, ajudando a prevenir a erosão do solo e o arraste de terra para o leito de rios e nascentes”, destacou Lacir Rowilson.

IMPRIMIR