“O rio Itapecerica está em situação crítica”, informou o coordenador da Defesa Civil em Divinópolis, Gilberto Gonçalves, nesta quarta-feira (10).

 Segundo explicou Gilberto, em alguns pontos a água chega dois metros abaixo da normalidade.

A situação é reflexo do longo período de estiagem que a cidade e a região estão enfrentando e, por isso, o órgão tem realizado no município trabalhos de monitoramento e fiscalização no curso do rio para que não ocorram situações que fujam do controle dos profissionais.

“Quando está em baixo nível há diversos problemas como o deslocamento de aguapés e também pode haver a manifestação da presença de mosquitos e mau cheiro em pontos de área urbana”, ressaltou.

Questionado sobre racionamento de água, o coordenador disse que a situação ainda está tranquila. Contudo, ele pede aos moradores para terem consciência e gastarem apenas o necessário até que se iniciem as chuvas.

Ainda sobre o abastecimento, a Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) informou que a captação de água e o abastecimento de Divinópolis está dentro da normalidade e que os níveis do Rio Itapecerica estão próximos dos registrados no mesmo período de anos anteriores, dentro do previsto para esta época do ano.

 

 

Imprimir

Fonte:

G1