Um balanço divulgado nesta terça-feira (22) pela Secretaria de Estado e Defesa Social (Seds) revela que os roubos continuam em alta em Minas Gerais. No comparativo dos oito primeiros meses deste ano com 2014, essa modalidade de crime cresceu 18,31%. Em Belo Horizonte, o aumento foi de 15,84%.

No Estado, houve mais registros, também, de tentativa de estupro contra menores. Em 2015 foram contabilizados 165 casos, contra 157 no mesmo período do ano passado, aumento de 5,10%.

Em Minas, os outros tipos de crime diminuíram. Conforme a Seds, o número de registros de assassinatos foi 7,31% menor do que o observado no mesmo período de 2014.

Além disso, segundo o levantamento, os casos de tentativa de homicídio caíram 14,77%; de estupro -4,76%; de estupro tentado -15,02%; de estupro de vulnerável -4,87%; de sequestro e cárcere privado -25,32% e de extorsão mediante sequestro -34,57%.

Além da diminuição dos assassinatos, a capital mineira teve redução nos registros de outros cinco tipos de crimes violentos, na comparação entre os oitos primeiros de 2015 e os de 2014. Houve queda nos casos de homicídio tentado (-15,47%), de estupro de vulnerável consumado (-17,33%), de estupro de vulnerável tentado (-10%) e de extorsão mediante sequestro (-45,24%).

Aumentaram as ocorrências de roubo consumado (15,84%), de estupro consumado (4,97%), de sequestro e cárcere privado (2,39%).

A estatística foi produzida pelo Centro Integrado de Informação de Defesa Social (Cinds), da Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds).

 

tabela roubos

Hoje em Dia

print
Comentários