Em janeiro deste ano, a Prefeitura anunciou o cancelamento da festa de Carnaval organizado pela Administração Municipal. Representantes do governo explicaram que o orçamento destinado ao Carnaval seria destinado à reestruturação da cidade após a enchente de dezembro de 2008.
Na época, o orçamento que a Secretaria Municipal de Cultura detinha para investir no Carnaval era de R$67 mil, mas juntando os gastos totais de todas as secretarias, a soma seria em torno de R$150 mil.
A Secretaria Municipal de Comunicação, realizou uma enquete no site oficial no mês de fevereiro que apontou a aprovação da comunidade em relação a decisão do governo. 74% dos internautas aprovaram a decisão de se cancelar o Carnaval para que o dinheiro fosse utilizado na recuperação da cidade.
Sete meses após essa decisão, a população formiguense acompanha as obras de reparação que foram feitas com o dinheiro economizado com o cancelamento do Carnaval.
Em junho deste ano, a Prefeitura iniciou as obras da Avenida JK e das ruas: José Elísio Ribeiro Mendes, em frente à Igreja Batista Vale das Bênçãos, uma parte da Tabelião Juca Almeida e um pedaço da rua da pista de skate do Terminal Rodoviário.
A empresa vencedora do processo licitatório para concluir essas obras foi a Unibase Engenharia e Pavimantação LTDA. O custo das obras foi de R$ 473.12,74 , com a contrapartida da Prefeitura de R$13.140, 30.
O dinheiro que a Prefeitura investiu na contrapartida das obras é o dinheiro economizado com o cancelamento do Carnaval. O restante, cerca de R$53 mil. Será utilizado no aterro da ponte do bairro Santo Antônio, que teve a cabeceira levada pela enchente do mês de dezembro.

print
Comentários