Desde o início do funcionamento do Samu na região Oeste, em 7 de junho de 2017, o mês de julho de 2019 registrou o maior no número de atendimentos.

As paradas cardiorrespiratórias (PCRs) revertidas e partos com atuação das equipes estão no topo da lista das ocorrências consideradas incomuns do mês e também desde a inauguração. Foram sete reversões de PCR´s e quatro partos, sendo:

  • PCR Revertida no dia 9 de julho, em Santo Antônio do Monte, pelo condutor socorrista, Wander João de Castro Júnior, e a técnica em enfermagem, Kátia Batista Rita. Ela destacou que é muito gratificante conseguir reverter uma PCR, afinal, o paciente é sempre o amor de alguém.
  • PCR revertida no dia 11 de julho, tornando o dia do socorrista bem gratificante para as equipes das Unidades de Suporte Básico e Avançado (USB e USA) de Divinópolis. Condutor socorrista, Hebert Carreira e técnica de enfermagem, Raíssa Mendes, da USB e condutor Sscorrista, Noé da Silva, enfermeiro, Sandro Zorzi e médica, Lays Silva, da USA.
  • A técnica em enfermagem, Walenda de Araújo, e o condutor Socorrista, Adriano Ferreira, de Pará de Minas, deram apoio logo após o nascimento de um bebê em uma comunidade rural da cidade, no dia 12 de julho. O bebê recebeu o nome de Adrian em homenagem ao condutor.
  • O condutor sorrista, Ezequiel Ferreira, e o técnico em enfermagem, Alexandre Rodrigues, reverteram parada cardiorrespiratória de uma recém-nascida de nove dias, em Divinópolis, no dia 12 de julho.
  • Não deu tempo de chegar ao hospital. Benjamim nasceu dentro da USB de Itaúna, na madrugada do dia 18 de Julho. Emoção para o condutor socorrista, Gilbert Silva, e para a técnica em enfermagem, Solange da Conceição.
  • PCR revertida pelo condutor socorrista, Lindomar Ribeiro, e pela técnica em enfermagem, Lidiane de Castro, da USB de Lagoa da Prata, de um senhor de 62 anos, no dia 19 de julho.
  • Em Candeias, o condutor socorrista, Nilson Porto, e o técnico em enfermagem, Elismarcis Ribeiro, realizaram o parto de paciente de 20 anos dentro da USB. Seguiam para a Santa Casa de Campo Belo, mas o recém nascido Pedro Miguel não quis esperar chegar ao hospital.
  • PCR revertida de um idoso de 77 anos, no dia 23 de julho, em Itaúna, pelo condutor socorrista, Luciano Lopes, pelo enfermeiro, Franklin Rocha, e pelo médico Gustavo de Melo.
  • PCR revertida de um homem de 52 anos no dia 26 de julho, em Pará de Minas, pela técnica em enfermagem, Walenda de Araújo, e o condutor socorrista, Adriano Ferreira.
  • Interceptação e apoio a uma gestante de gêmeos em trabalho de parto, onde um dos bebês nasceu dentro do carro que conduzia a paciente para o hospital. Foi em Divinópolis, em 29 de julho. Condutor Socorrista, Welliton Vieira, enfermeira, Rosana de Almeida, e médico James Rezende.
  • PCR revertida de um homem de 68 anos, no dia 30 de julho, em Pará de Minas, pela técnica em enfermagem, Walenda de Araújo, e o condutor socorrista, Adriano Ferreira.

De acordo com o Samu, dados do relatório de atendimentos destes sete meses de 2019 mostram um aumento desde fevereiro. Em julho, mês com maior número de atendimentos neste ano, foram 19.730 ligações de toda região, que resultaram em 5.307 atendimentos, sendo 4854 pré-hospitalares e 453 transferências. As ligações consideradas trotes foram quase 8% do total das chamadas recebidas pela central de regulação.

O CIS-URG fica feliz com essa constatação, e entende este crescimento no número de atendimentos como um sinal de confiança da população da região ampliada Oeste neste trabalho desenvolvido com muita dedicação pelos profissionais que se empenham em oferecer cada vez mais um serviço de qualidade.

Imprimir

Fonte:

Samu