A administração da Santa Casa de Caridade de Formiga esteve reunida nessa quarta-feira (13) e divulgou na manhã desta quinta-feira (14) uma nota sobre o caso dos óbitos dos dois neonatos ocorridos nos últimos dias.

De acordo com a nota de esclarecimento, todos os procedimentos foram realizados corretamente, em ambos os casos, a fim de garantir uma boa assistência tanto para as gestantes quanto para os bebês. “Os profissionais da entidade têm colaborado com as investigações e ressaltam que, inclusive, foram a favor da aprovação do projeto de lei nº 168/18, que dispõe sobre a implantação de medidas de informação e proteção à gestante e parturiente contra a violência obstétrica em Formiga”, afirma a nota

O hospital informou também que o médico envolvido solicitou afastamento até o final das investigações.

Confira a nota

A Santa Casa de Caridade de Formiga vem por meio desta esclarecer sobre as notícias veiculadas nos últimos dias.

A Administração da entidade lamenta profundamente o falecimento dos recém-nascidos e vem informar que a Comissão de Óbitos da instituição, juntamente com a Secretaria Municipal de Saúde, tem o compromisso de apurar os fatos com a obrigatoriedade de se fazer cumprir o tempo estabelecido em portaria ministerial.

A Maternidade da Santa Casa de Formiga preza pelo bom acolhimento das gestantes e familiares, inclusive possibilita a permanências das mães com seus bebês, numa rotina diária em nossa Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal, atitude esta que favorece a recuperação e estabelece vínculos afetivos.

Toda a assistência prestada no hospital é registrada em prontuários para fornecimento de dados para a Comissão de Prevenção de Mortalidade Materna, Infantil e Fetal, que são monitoradas, mensalmente, pela Secretaria Estadual de Saúde.

No ano de 2018, foram realizados 693 partos na Santa Casa de Formiga, com ocorrência de 3 óbitos Neonatais, ou seja, uma mortalidade de 0,43%. Se comparado com a média nacional que é de 1,0%, podemos concluir que o nível de assistência prestada em nossa Maternidade encontra-se adequado. Mesmo assim, a equipe de profissionais busca constantemente aprimorar e qualificar o trabalho para o alcance de melhores resultados. A reabertura da UTI Neonatal é um exemplo deste esforço na superação de obstáculos.

Ressaltamos ainda que a Santa Casa de Caridade de Formiga é um prestador de serviços de Urgência/Emergência e que 75% de suas internações são clinicamente graves e requerem maior complexidade de procedimentos.

Diante dos casos, todas as providências estão sendo tomadas para a garantia de uma investigação transparente e verdadeira.

Administração Santa Casa de Formiga

 

 

 

IMPRIMIR

Fonte:

Santa Casa de Formiga