A administração municipal de São Tomé das Letras (MG) prorrogou o decreto de restrição de entrada de turistas e visitantes. Com validade a partir do domingo (20), o acesso à cidade segue apenas para moradores pelo menos por mais 20 dias.

A prorrogação do decreto que antes valia até dia 22 já era prevista pelo setor de Turismo, que no início do mês anunciou um planejamento de retomada das atividades turísticas na cidade com medidas de segurança e preventivas ao coronavírus.

O decreto ainda manteve as regras de distanciamento social, uso de máscaras, entre outras medidas. Junto com o documento, a prefeitura divulgou ações a serem realizadas antes da flexibilização. Entre elas, estão um cadastro para inventário turístico, identificação de guardas e equipe de apoio, treinamento para donos, funcionários e fiscais, que devem garantir as medidas sanitárias, e inspeção das equipes da vigilância sanitária nos estabelecimentos da cidade.

A cidade é a única do Sul de Minas sem nenhum caso confirmado de coronavírus. No início de setembro, Chefe do departamento de Turismo, Carla Gonzalez, explicou em entrevista à EPTV, afiliada da Rede Globo, que o município planejava o retorno do turismo, que seria em três fases. A segunda incluía as medidas atuais, com o recadastramento do inventário turístico e uma rodada de treinamentos. A terceira será a abertura de fato.

São Tomé das Letras está fechada para turistas desde o dia 17 de março, quando o primeiro decreto foi publicado por conta da pandemia do coronavírus. A medida, inicialmente, tinha duração de 30 dias, mas foi renovada posteriormente pelo mesmo período. Depois disso passou a ser prorrogada mês a mês.

São Tomé das Letras chegou a ter casos suspeitos da doença após pacientes terem contato com um médico contaminado. No entanto, todos os testes para a doença deram negativo e a cidade permaneceu sem confirmações.

Fonte: G1

Imprimir
Comentários