Os trabalhos da Secretaria de Desenvolvimento Humano foram divididos em duas sedes: uma para atendimento ao público, que funciona na antiga Estação Ferroviária, onde está o Museu Municipal e outra para serviços administrativos, na rua Maria Amélia da Fonseca, 159, no Centro.
Os setores do programa Minha Casa Minha Vida, Cadastro Único, Assistência Social funcionam juntos na sede do Museu. A parte de contabilidade, Supervisão do Sistema Único de Assistência Social (Suas), Compras e Serviço de Convivência e onde ficará o secretário da pasta Carlos Alberto Sales (Carlinhos da Embratec), ficará no imóvel agora alugado pela administração que custará aos cofres públicos R$2.400 por mês. O contrato é válido por um ano.

 

O imóvel tem três salas, uma cozinha e dois banheiros e está passando por alguns reparos e modificações como a criação de mais uma sala, por meio de divisórias.
O locador, segundo informou o secretário, possui outro imóvel também alugado para esta administração, e mesmo ciente das dificuldades financeiras atuais pelas quais passa o município, o que tem provocado atrasos no cumprimento de certos compromissos, optou pela locação, por acreditar que o problema é momentâneo.

O secretário de Desenvolvimento Humano de Formiga – Carlos Alberto Sales

Desmentindo boatos
Questionado se a mudança repentina do imóvel que antes sediava a secretaria, localizado nas imediações do Terminal Rodoviário, foi causada por ação judicial (despejo), o secretário foi enfático: “não, isto não ocorreu. O que houve foi o seguinte; o proprietário do imóvel, consultado por mim, informou-me que não pretendia renovar o contrato de locação e que até gostaria que nós desocupássemos o imóvel em 30 dias. Uma vez formalizado o pedido (por escrito), eu, como secretário, imediatamente procurei novos locais para abrigar a secretaria e antes mesmo de vencido o prazo, (prazo final do contrato se expira no dia 23 de junho deste ano) fizemos a entrega do imóvel ao seu respectivo dono. Quanto a situação da existência ou não de débito anterior, vocês podem verificar junto a secretária de Fazenda, que é a responsável pelos pagamentos. Eu apenas ordeno a despesa, quem as quita são eles (Secretaria de Fazenda). Agradeço a vocês que, como de costume, sempre procuram esclarecer tudo antes de divulgarem assuntos de interesse público”.

Imprimir

Comentários