Vários moradores do bairro Ouro Negro estiveram na reunião na Câmara Municipal, na segunda-feira (29), para pedirem a permanência da enfermeira-chefe Dagmar Patrícia Palhares, na Unidade Básica de Saúde (UBS) daquele bairro. Existia a possibilidade de ela ser transferia para a unidade do bairro Bela Vista, para substituir uma enfermeira que está de licença maternidade.
Procurada pela redação do jornal Nova Imprensa e do portal Últimas Notícias, a secretária de Saúde, Luíza Flora, descartou a hipótese da transferência da enfermeira Dagmar Patrícia. ?A minha ordem era que ela fosse substituir, mas decidiram lá [na UBS], em um consenso, que não, que ela ficaria lá na unidade. Os moradores não sabem o que acontece administrativamente não. Mas ela vai continuar sim lá na UBS do Ouro Negro, vamos fazer outro remanejamento?, explicou a secretária.
Durante a reunião ordinária, o vereador Cid Corrêa/PR levantou bandeira a favor dos moradores. De acordo com ele, Dagmar Patrícia atua no local há 23 anos. ?Os moradores estão aqui indignados com a notícia que receberam. A enfermeira conhece bem as famílias que são atendidas no posto de saúde e já criou um vínculo com os moradores daquele bairro. Ela conhece a fundo as carências e os problemas dos moradores. Acontece que a secretaria de Saúde quer transferir a enfermeira do bairro Ouro Negro para o Posto de saúde do Bela Vista. Eles estão com um abaixo-assinado com mais de 450 assinaturas em 3 dias. Tirar uma enfermeira que tem a confiança da população do bairro e faz um trabalho reconhecido pelos moradores para transferi-la para outro posto onde ela não conhece os moradores, isso é um retrocesso na saúde, ela vai começar do zero. Essa ação demonstra a falta de sensibilidade da secretaria de Saúde, pois em time que está ganhando não se mexe?.
Os moradores José Antônio da Costa e Dulcelina Pimenta fizeram uso da ?Tribuna do Povo? para solicitar a permanência da enfermeira na UBS. ?Queria pedir o apoio dos vereadores para a permanência da [Dagmar] Patrícia no Posto de Saúde do Ouro Negro. Ela é uma profissional competente e queremos que ela permaneça no cargo, pois ela é de muita serventia lá?, ressaltou Dulcelina Pimenta.
José Antonio disse que faltam profissionais no Posto de Saúde. ?A enfermeira está tendo dificuldades, pois está tendo que fazer o serviço de outros profissionais. Os médicos, às vezes, não atendem as vinte pessoas que fazem as fichas. Têm dias que eles não vão atender, outro dia só atendem oito pessoas, por isso, que ela [Dagmar Patrícia] está tendo dificuldades?. Outras sete pessoas fizeram uso da palavra e destacaram a importância do trabalho desenvolvido pela enfermeira no local.
Cid Corrêa, durante a reunião na Câmara, contou que a secretária dele ligou para o Gabinete do prefeito Aluísio Veloso/PT para saber uma posição da administração municipal sobre o assunto. De acordo com o vereador, mais de dez ligações foram feitas para a Prefeitura e não foram atendidas. ?Mais de dez ligações, depois das 16h, e tiraram o telefone do gancho. Não atendem o meu telefone. Isso é um descaso e uma covardia. Vou sair daqui com os moradores e vamos até lá na Prefeitura. Se não derem uma resposta vamos fazer uma manifestação na cidade, com carros, apitos, faixas e panfletos. É uma decisão simples, basta o prefeito ter pulso. É um direito do povo reivindicar?, disse eufórico.

IMPRIMIR