A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) cumpriu, na sexta-feira (24), um mandado de prisão em desfavor de um jovem, de 18 anos, suspeito de participação em um homicídio registrado na cidade de Perdigão.

O crime ocorreu em abril deste ano. O outro investigado, de 24 anos, já havia sido preso pela PCMG dez dias após os fatos.

As investigações concluíram que o crime teve como motivação uma briga entre a vítima, de 22 anos, e os suspeitos, em uma festa realizada na noite anterior, no povoado conhecido como Canjicas.

De acordo com a PC, segundo apurado, após a discussão, já na madrugada de 16 de abril, o investigado de 24 anos e o outro, à época com 17 anos, foram para casa e, logo em seguida, saíram em uma motocicleta, buscando vingança.

Após circular pela cidade, a dupla se deparou com a vítima dirigindo o veículo dela. Nesse momento, emparelharam a motocicleta, e o investigado mais velho efetuou dois disparos de arma de fogo, sendo que um deles acertou o pescoço do alvo. O homem chegou a ser hospitalizado, mas veio a óbito alguns dias depois, em decorrência dos ferimentos.

De acordo com o delegado responsável pela investigação, Davidson Marcos dos Santos Lara, a celeridade com que os policiais civis lotados em Perdigão realizaram o levantamento, conseguindo determinar todo o trajeto realizado pelos veículos até o cometimento do crime, foi decisivo para a prisão dos suspeitos.

O investigado maior de idade foi indiciado por homicídio e encaminhado ao sistema prisional. Já o segundo envolvido foi conduzido a um centro socioeducativo e responderá por ato infracional.

Fonte: Polícia Civil

Imprimir
Comentários