Na próxima quinta-feira (8), até domingo (11), o Brasil terá uma grande chance para demonstrar capacidade em receber e organizar grandes eventos, o Mundial de Karatê, realizado no Ginásio do Ibirapuera será uma ótima oportunidade para os atletas provarem a força da modalidade no país e colocarem a bandeira verde e amarela entre as grandes potências do esporte.
A seleção dos atletas que carregaram a responsabilidade de representar o Brasil no maior campeonato da modalidade será em alto nível, além de uma prova da popularidade do Karatê no Brasil, mais de 1.000 atletas disputam nesta terça-feira (6), também no Ginásio do Ibirapuera, 380 vagas para o Campeonato Mundial.
?Precisaremos ter a certeza que os melhores atletas estarão representando o Brasil pois teremos grandes desafios. Os favoritos, Itália e principalmente a Romênia que é atual campeã mundial virão forte, mas o Brasil está em casa e com uma Seletiva forte terá muitas chances? avalia Oswaldo Messias, presidente da Confederação Brasileira de Karatê Interestilos e da World Union Of Karate-do Federations, entidade mundial do esporte.
O Mundial
Entre os dias 09 e 11 de julho o Ginásio do Ibirapuera, na cidade de São Paulo, será palco do 1º Campeonato Mundial de Karatê realizado no Brasil. Mais de 1.200 atletas de 50 países, dos cinco continentes disputarão o título de melhor do mundo.
A competição contará com uma grande estrutura, serão cerca de 300 profissionais técnicos e preparadores físicos, 150 árbitros, 20 instrutores, 4 médicos, 4 enfermeiros, e uma estrutura de alojamento que conta com três hotéis, e um sistema de transporte com 11 ônibus e 3 vans para o deslocamento das delegações.
A competição terá categorias, dos 6 até os 80 anos de idade, e colocará em prática duas modalidades: Kumitê, o combate tradicional entre os atletas onde vence quem somar mais pontos ou conseguir o nocaute, e o Katá, uma apresentação que simula os movimentos de luta avaliados pelos juízes, vence quem somar mais pontos.
Campeonato Mundial de Karatê será em agosto
A partir do dia 9 de agosto, a cidade de São Paulo será capital mundial do Karatê, quando 50 países de cinco continentes estarão representados por 1.200 atletas. Os melhores do mundo estarão reunidos na ?terra da garoa? para o Campeonato Mundial de Karatê. As principais potências do mundo são presenças confirmadas na competição: Itália, Rômenia, Rússia, EUA, Alemanha e, claro, Brasil chegam fortes para a disputa.
O Campeonato Mundial de Karatê vai além da disputa esportiva, segue a mesma filosofia de vida das artes marciais com muitos ensinamentos e disciplina, tanto que a primeira categoria a entrar no tatame é formada por meninos e meninas de 6 a 8 anos de idade, e assim segue até a categoria sênior, com atletas acima de 21 anos, divididos por peso e graduação.
Todas as categorias disputarão dois estilos, kumitê: lutas mano a mano definidas por nocaute, ou pontuação dos juízes; e o kata: apresentações individuais que simulam movimentos de lutas e são avaliados e pontuados pelos juízes.
O Campeonato Mundial é organizado pela Confederação Brasileira de Karatê Interestilos e Word Union of Karate-Do Federations em parceria com o governo do Estado de São Paulo, Secretaria de Esportes, Lazer e Recreação do Município de São Paulo e São Paulo Convention & Visitors Bureau.

Imprimir
Comentários