No último dia 29, na parte da manhã, no Salão Nobre do UNIFOR-MG ?Eunézimo Lima?, foi promovido o Seminário sobre Habitação Popular de Interesse Social. O evento recebeu autoridades do município e da região, parlamentares, engenheiros, arquitetos, urbanistas, representantes de entidades ligadas à engenharia, entidades sindicais e do movimento popular, professores e alunos dos cursos de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo e Serviço Social do UNIFOR-MG, além de construtoras e famílias interessadas ou inscritas no Programa Minha Casa, Minha Vida, do Governo Federal.
O Seminário foi promovido pelo Sindicato de Engenheiros do Estado de Minas Gerais (Senge-MG), pela Prefeitura de Formiga/MG, pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Humano e pela Câmara Municipal de Formiga, com o apoio do CREA-MG (Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de Minas Gerais) e parceria da Caixa Econômica Federal ? Agência Formiga e do UNIFOR-MG.
Durante o evento, foram debatidas as principais questões relacionadas ao Programa Minha Casa, Minha Vida e à Lei 11.888, que asseguram, às famílias de baixa renda, a construção de moradias e assistência técnica gratuita para projeto e construção de habitação de interesse social.
Na oportunidade, três palestras foram promovidas. ?Lei 11.888 ? pelo direito à moradia digna!? foi o tema abordado pelo Eng. Nilo Sérgio Gomes, presidente do Senge-MG, e por Júlio César de Souza, presidente da Federação de Moradores de Minas Gerais e diretor da Confederação Nacional de Moradores (CONAM). O coordenador do curso de Engenharia Ambiental do UNIFOR-MG, Prof. Dr. Leyser Rodrigues Oliveira, falou sobre o ?Papel das Instituições de Ensino Superior nos programas de habitação de interesse social?. O encerramento foi feito pelo gerente da Caixa Econômica Federal ? Agência Formiga, Marcelo Aguiar Lobato Bicalho, que abordou o ?Programa Minha Casa, Minha Vida?. Após as apresentações, foi aberto um espaço para debate, quando os presentes puderam dirimir dúvidas em relação ao Programa e à Lei.
O Prof. Dr. Leyser, um dos palestrantes e representante do Reitor do UNIFOR-MG, Prof. Ms. Marco Antonio de Sousa Leão, durante o evento e na composição da mesa, falou sobre as possibilidades apresentadas pelo Programa e também sobre a ampliação do mercado de trabalho para os profissionais da área, o que reflete na vida dos acadêmicos do Centro Universitário, já que serão futuros engenheiros. ?A Lei 11.888 é um avanço tanto para a engenharia brasileira quanto para aqueles desprovidos de assistência técnica. O sistema Confea/Crea (Confederação Nacional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia/Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia) estima que milhares de vagas serão oferecidas, tanto em decorrência da implantação desta Lei quanto da efetivação de outras, como, por exemplo, aquelas relacionadas à proteção ambiental em áreas rurais. A nós, professores, cabe a formação de profissionais inseridos dentro dessa nova realidade de mercado, a qual deve conjugar os conhecimentos adquiridos na Instituição com a responsabilidade social. É exatamente aí que se insere o profissional do Serviço Social, como interlocutor entre a população e os técnicos, conciliando seus desejos e expectativas com as necessidades e viabilidades de projeto. Há mais de quatro décadas, o UNIFOR-MG vem formando pessoas que contribuíram para o desenvolvimento de Formiga e de toda a região Centro-Oeste de Minas: aprendemos muito com nosso passado e trabalhamos, arduamente, no presente para que o sucesso do nosso futuro reflita a confiança daqueles que, hoje, depositaram sua confiança na Instituição e, mais importante ainda, acreditaram em si próprios?, declara.

print
Comentários