Um comerciante e um PM foram presos ontem pela manhã em Pimenta, cidade próxima à Formiga, acusados de forjarem o próprio sequestro.
De acordo com a polícia Civil, Jenuíno Ferreira da Costa e o Cabo João Batista Gomes Filho, que é cunhado de Costa, queriam estorquir os parentes para saldar dívidas com um contrabandista da Bolívia. Segundo o delegado João Simões, os dois estariam envolvidos na venda de cigarro contrabandeado do Paraguai e tinham uma dívida de cerca de R$250 mil. Ainda de acordo com o delegado, no dia 06, eles foram levados por um falso sequestrador, que também participava da quadrilha de contrabando, enquanto passavam pelo trevo de Alfenas.
Após investigar o caso, a Polícia Civil encontrou o cativeiro, que ficava em um rancho às margens da represa de Furnas. As duas vítimas foram liberadas após quase sete horas com o suposto sequestrador, que confessou a farsa.
Agora a polícia investiga o envolvimento de outras pessoas na farsa.

Imprimir
Comentários