Cerca de 300 servidores, segundo estimativa do Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público do Estado de Minas Gerais (SindPúblicos), fazem manifestação na manhã desta quarta-feira (29) na Cidade Administrativa, no bairro Serra Verde, na região Norte de Belo Horizonte. Os funcionários públicos afirmam que só deixarão o local após terem a segunda parcela do salário de julho creditado em conta. O valor deveria ter sido pago na segunda-feira (27). Os manifestantes são acompanhados, no prédio, por agentes de segurança da MGS.

De acordo com Inês Soares, agente governamental da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão de Minas Gerais (Seplag) e diretora do SindPúblicos, a manifestação teve início por volta das 9h no térreo da Cidade Administrativa, seguiu para o sétimo andar (local onde funciona a Secretaria da Fazenda, pasta responsável pelo pagamento da folha) e segue em direção ao terceiro andar, área da Seplag.

“Temos contas a pagar e os juros estão correndo”, afirmou Inês. Ainda segundo a sindicalista, os rendimentos de algumas secretarias, como segurança pública, foram pagos na data combinada, mas pastas como educação e Ipsemg seguem sem pagamento. A manifestação não tem previsão para término. “Enquanto não houver crédito na conta ninguém vai trabalhar”, disse.

Na manhã desta quarta-feira (29), o governador Fernando Pimentel afirmou que 90% dos servidores receberam a segunda parcela do salário. Os outros 10% devem ser pagos no dia 31 de agosto, data agendada para o pagamento da terceira parcela.

 

 

Fonte: Hoje em Dia||

Imprimir

Comentários