Redação Últimas Notícias 

O governo do Estado e o Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público do Estado de Minas Gerais (Sindpúblicos-MG) não chegaram a um acordo e a greve dos servidores técnicos e administrativos do sistemas prisional continua.

A greve teve início nessa segunda-feira (26) por tempo indeterminado. Os profissionais reivindicam o cumprimento de um acordo firmado em 2015 com o governo estadual. Os agentes de segurança penitenciários não participam deste movimento.

Na manhã desta segunda-feira, a Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão de Minas Gerais (Seplag) se reuniu com a categoria para discutir a situação, mas de acordo com o Sindpúblicos, o governo alegou não ter recursos para atender a categoria. “Infelizmente não houve acordo e a greve continua”, disse o diretor do Sindpúblicos Geraldo Henrique

Também participaram da reunião a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) e Secretaria de Estado de Administração Prisional (Seap).

Ainda de acordo com o sindicato, nesta terça-feira (26) serão realizadas manifestações na cidade administrativa, a partir das 9h e na quinta-feira (1°) ocorrerá uma nova assembleia estadual da categoria. “A indignação e a insatisfação é generalizada os servidores não abrem mão da greve como a última e única solução para serem atendidos pelo governo”, finalizou o diretor do sindicato.

 

 

Imprimir
Comentários