Em encontro realizado na terça-feira (19), em Belo Horizonte, representantes do Sindicato dos Proprietários de Jornais, Revistas e Similares do Estado de Minas Gerais (SINDIJORI), apresentaram a autoridades governamentais o Cadastro Positivo da imprensa do interior mineiro que conta com 106 jornais semanais e 35 jornais diários, em cerca de 400 órgãos impressos existentes nos 853 municípios mineiros. Com o Cadastro Positivo será possível aos setores de comunicação do Governo do Estado estabelecer critérios mais justos para a distribuição da publicidade oficial.

O subsecretário de Comunicação do Estado, publicitário Roberto Bastianetto, afirmou na ocasião que o Governo de Minas vai passar a observar o Cadastro Positivo, atendendo a solicitação do Sindijori, para a distribuição de verbas publicitárias nas campanhas governamentais a partir de agora, e elogiou a iniciativa que cria um elemento de apoio para os órgãos públicos. Conforme o presidente do sindicato, Rodrigo Silva Fernandes (do Jornal Gazeta de Varginha) a elaboração do Cadastro Positivo mostra que a imprensa do interior mineiro é vigorosa, atinge um grande público e trabalha com seriedade e dedicação há várias décadas e que precisa ser valorizada.

Ainda conforme o presidente do Sindijori, o Cadastro Positivo será apresentado a outras instâncias de governo, a representações do Legislativo e Judiciário, bem como a setores da iniciativa privada. “Estamos buscando marcar presença também na questão da distribuição da verba publicitária, visto que atuamos já há muito tempo levando a informação, realmente, a todos os recantos do nosso Estado”, disse ele, falando sobre a representatividade da imprensa do interior do Estado.

Ainda na terça-feira. o Sindijori se reuniu com o vice-presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, deputado Antônio Carlos Arantes e com a diretora de Comunicação do Legislativo, Luisa de Marilac Luna. No encontro, com o apoio do vice-presidente da Alemg, a diretora de Comunicação afirmou que aprova a proposta do sindicato e vai buscar alternativas para trabalhar observando o cadastro Positivo, a partir de então. Na Assembleia a liberação de publicidade é feita por indicação dos deputados, porém a proposta é de que esta indicação observe o Cadastro do Sindijori.

A diretora de Comunicação do Legislativo, Luisa de Marilac Luna e o presidente do Sindijori (Foto: Paulo Coelho)

O jornalista e diretor do portal Últimas Notícias Paulo Coelho esteve presente aos encontros na condição de diretor do SINDIJORI e como delegado da Fiemg.

FIEMG apoia Cadastro Positivo

O presidente da FIEMG (Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais), Flávio Roscoe Nogueira, também foi enfático em apoiar o Cadastro Positivo do SINDIJORI. Disse ele na ocasião que é saudável a iniciativa do sindicato e que a FIEMG apoia a proposta que vem para somar em nome de uma categoria que tem prestado inúmeros serviços aos mineiros. O Cadastro Positivo recebeu apoio também do SINAPRO MG (Sindicato das Agência de Propagandas do Estado de Minas Gerais).

Imprimir