A edição do primeiro semestre de 2019 do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) oferecerá 1.112 vagas em dez instituições de ensino superior do Centro-Oeste de Minas. Em todo o Estado, serão 5.976 vagas, segundo o Ministério da Educação (MEC).

O Sisu foi criado pelo MEC e serve como um vestibular centralizado para universidades públicas, usando a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) como base para a aprovação dos candidatos.

Em todo o Brasil, serão 235.476 vagas oferecidas. O número é 1,7% menor ao registrado no primeiro semestre de 2018, quando 239.601 vagas foram oferecidas. Desde a criação do sistema, em 2010, foi a primeira vez que o Sisu teve quedas no total de vagas oferecidas.

No IFMG campus Formiga são oferecidas: 20 vagas para administração, 20 para ciência da computação, 20 engenharia elétrica, 20 gestão financeira e 20 para matemática.

No IFMG de Arcos são oferecidas 25 vagas para o curso de engenharia mecânica.

No instituto de Bambuí são: 20 vagas para agronomia, 20 para ciências biológicas, 20 engenharia de alimentos, 15 engenharia de computação, 20 para engenharia de produção, 17 para física (licenciatura), 20 medicina veterinária, 22 zootecnia e 20 para administração.

 Em Piumhi, são disponibilizadas 20 vagas para engenharia civil.

Calendário e mudanças no Sisu

Os candidatos interessados em concorrer a uma vaga nas universidades deverão se inscrever de 22 a 25 de janeiro de 2019 pela internet. O resultado será divulgado em 28 de janeiro.

Neste ano, o sistema da lista de espera do Sisu vai mudar. Até 2018, o candidato a uma vaga no ensino superior poderia escolher duas opções de curso e desistir da segunda opção para ficar na lista de espera da primeira.

Agora, haverá uma chamada regular e o estudante selecionado em uma das opções de curso desta chamada não poderá participar da lista de espera. Se ele não for selecionado, poderá ficar na lista de espera de apenas uma das suas opções de curso.

 

Fonte: G1||

Imprimir

Comentários