Uma solenidade realizada nesta segunda-feira (23), na sede da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG), em Belo Horizonte, marcou os 61 anos de existência da empresa pública mineira. Participaram da cerimônia o vice-governador Antonio Anastasia, que proferiu palestra sobre O papel do Estado nos avanços da extensão rural e os desafios futuros; o secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Gilman Viana Rodrigues, e o presidente da Emater-MG, José Silva Soares, além de prefeitos, deputados e representantes de empresas parceiras, entre outros convidados.
Em sua palestra, o vice-governador destacou o papel da empresa no estado, hoje presente em 94% dos municípios mineiros, e considerou de grande relevância social o efeito de suas ações, a exemplo de outras áreas sociais. A Emater é a entidade mais presente nos 853 municípios mineiros. É um exemplo extremamente positivo desta gestão de descentralização. Tem um papel social tão grande quanto as áreas sociais, de educação e saúde, ressaltou.
Anastasia disse que a Emater-MG tem hoje o reconhecimento de prefeituras, comunidades rurais de trabalhadores, empresários e sociedade civil organizada no campo. A empresa completa 61 anos com os nossos aplausos. Para o vice-governador, a atenção especial do Governo do Estado com a empresa é correta, pois temos um Estado agrícola, por natureza e tradição, e a assistência rural é fundamental para a qualidade da produção agrícola e pecuária mineira, justificou.
Já o secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Gilman Viana, chamou a atenção para as ações de capacitação e orientação de trabalhos que a Emater-MG desenvolve. A Emater-MG é um braço da melhor qualidade para preparar pessoas e fundir processos, pontuou.
Para o presidente da Emater-MG, José Silva, a empresa evoluiu de acordo com os tempos. De 2003 para cá, ela se transformou em uma empresa de desenvolvimento sustentável que constrói políticas públicas com os agricultores, parceiros e com os municípios e garante que, transformações, tecnologias, e inovações cheguem a todos os agricultores, especialmente os familiares. De acordo o presidente, a empresa incentiva todo o segmento do agronegócio para que tome decisões estratégicas com foco na qualidade, mercado e gestão da propriedade.
A cerimônia, transmitida pela internet, pôde ser acompanhada pelos profissionais lotados nas 32 regionais da empresa no interior, Projeto Jaíba e unidade Verdeminas, em Bambuí, no Centro-Oeste do Estado. Na capital, 25 funcionários a partir de 10 anos de trabalho receberam medalhas pelos serviços prestados. Entre eles, o presidente José Silva, que foi condecorado pelo vice-governador pelos 20 anos de carreira dedicados à empresa. No total, 265 profissionais, incluindo os lotados na sede receberam a comenda. Além dos profissionais, 18 empresas parceiras foram homenageadas na sede da Emater, em Belo Horizonte.
A Emater-MG atua na prestação de serviços de assistência técnica e extensão rural no Estado, por meio de diversos programas e projetos, que priorizam o desenvolvimento rural sustentável. O foco das ações é a agricultura familiar, que em Minas atinge o número de 437.415 estabelecimentos e 551.617 agricultores do segmento. Até o momento, a empresa alcançou a marca de 400 mil agricultores familiares atendidos, mas a meta para o ano agrícola 2009/2010 é atingir 440 mil do segmento e 500 mil, incluindo médios e grandes agricultores.

print
Comentários