O Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG) realiza nesta quarta-feira (29), em Belo Horizonte, uma solenidade especial com entrega de comendas a personalidades e autoridades mineiras, em comemoração aos 101 anos que a corporação completa no dia 31 de agosto.
Na cerimônia, a medalha Dom Pedro II, principal comenda do Corpo de Bombeiros Militar, será entregue a 152 agraciados. Duas personalidades receberão, ainda, o título de Bombeiro Honorário. As duas honrarias reconhecem ações realizadas pelos homenageados em prol da corporação. A cerimônia agraciará secretários de estado, militares do Corpo de Bombeiros e de outras corporações, além de políticos e instituições.
A entrega da medalha encerra o ciclo de comemorações realizadas em função do 1º Centenário do CBMMG. De agosto de 2011 até agora, foram desenvolvidas diversas atividades visando resgatar, tanto para o público interno quanto para a sociedade, os valores da corporação que detém um dos maiores índices de credibilidade e confiança junto à população.
Bombeiros
Criado no dia 31 de agosto de 1911, o Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG) atendeu, em 2011, mais de 335 mil ocorrências em todo o Estado. Com uma estrutura que abrange 10 Batalhões Operacionais e um Batalhão de Operações Aéreas.
Academia de Bombeiros Militar
No início do ano de 2011, a corporação inaugurou a Academia de Bombeiros Militar, recentemente reconhecida pelo Conselho Estadual de Educação como instituição de ensino superior. O curso de formação de oficiais ministrado pela escola também deverá ser reconhecido como bacharelado em Ciências Militares – Prevenção e Gestão de Catástrofes. Um investimento na melhoria da qualidade de seus recursos humanos.
Nesses cem anos, a corporação teve participação de destaque em grandes ocorrências históricas como o rompimento da barragem da Lagoa da Pampulha em 1954, os incêndios no Mercado Municipal em 1959, na Assembleia Legislativa em 1959 e no Edifício Maleta em 1961. Participou também desabamento na Vila Barraginha em 1992, incêndio no Mercado Novo em 2004, dentre tantas outras.

print
Comentários