A desidrataçãoé um problema que atinge principalmente as crianças e é causado por diarreia ou excesso de calor.
O Ministério da Saúde distribui gratuitamente nos postos do país e nas unidades da rede Farmácia Popular o soro de reposição oral, que concentra 3,5 gramas de sal e 20 gramas de açúcar por litro de água. Atualmente, o soro caseiro só é recomendado em casos de emergência, pois os pais costumam superdosar esse preparo.
O bioquímico Mário Killner conta que, sem a devida informação sobre as quantidades corretas de sal e açúcar, os adultos podem desencadear resultados indesejados aos filhos. Em um dos casos analisados, havia 4,6 gramas de sal e 8,6 gramas de açúcar por litro de água filtrada ou fervida ? enquanto o correto são 3,5 e 20, respectivamente. Em vez de ajudar, a ingestão da água com tanto sódio e pouco açúcar pode prejudicar a saúde dos pequenos.
Em outra situação, a mãe economizou: colocou apenas 1,5 grama de sal e 11,4 gramas de açúcar por litro. Só uma das participantes acertou: colocou 3 gramas de sal e 26,3 de açúcar, bem próximo do indicado pelo governo.
Para não depender do ?olhômetro? ou do tamanho da colher e correr o risco de não ajudar a criança, o ideal é procurar um posto de saúde e solicitar o soro de reidratação oral.
Sintomas da desidratação
Os sinais da desidratação por diarreia em crianças, a causa mais comum, são: moleira funda, boca seca, olho seco e choro sem lágrima. O tratamento deve ser feito com soro oral e/ou leite materno.
Já a desidratação por calor, mais rara ? a criança tem que ficar o dia inteiro exposta ao sol ou fechada em um carro a 40° C -, causa boca seca e olho mais fundo. Especialistas recomendam o consumo de água, chá, suco e água de coco.
Preparo do soro oral
– Misturar todo o envelope em um litro de água fervida ou filtrada;
– Não adicionar açúcar nem sal;
– Não ferver o conteúdo depois de pronto;
– Só usá-lo por 24 horas. Após esse prazo, jogar fora o que sobrou e preparar mais um litro;
– Quando não houver a solução de reidratação oral, pode-se usar o soro caseiro, cuja colher-medida está disponível nas Unidades Básicas de Saúde (UBS).
A maneira apropriada de usar o soro de reidratação oral está descrita na Caderneta de Saúde da Criança, entregue aos pais assim que saem da maternidade pública.
Se não houver alternativa e tiver que fazer o soro caseiro, use um copo cheio de água limpa, uma medida rasa da colher (a menor) de sal e duas rasas (a maior) de açúcar.

print
Comentários