Redação Últimas Notícias 

Um homem de 40 anos, suspeito de estuprar uma adolescente de 13 anos, em Carmo do Cajuru, foi preso pela Polícia Civil nesta quarta-feira (10).

Segundo o delegado Weslley Amaral de Castro, as investigações tiveram início em julho do ano passado, quando as autoridades policiais tiveram conhecimento de que a vítima estava grávida de aproximadamente 7 meses.

As investigações iniciais apontavam que o pai da criança fosse um adolescente de 15 anos, no entanto com o curso das investigações, verificou-se que a adolescente havia sido vítima de abusos sexuais cometidos por L.D.B. e pelo filho dele, de 17 anos.

Segundo a Polícia Civil, o acusado é irmão do padrasto da jovem. Os abusos ocorriam quando a mãe e o padrasto da vítima saiam para trabalhar.

De acordo com o delegado, o homem ameaçava a vítima e os familiares dela de morte. Após o nascimento da criança, foi realizado exame de DNA onde ficou comprovado que L.D.B é o pai.

O filho do acusadoreside na Espanha com a mãe dele e estava de férias em Carmo do Cajuru na época do crime.

Ainda segundo a Polícia, o investigado já tem passagem policial por lesão corporal no âmbito doméstico, e foi encaminhado ao Presídio Floramar, em Divinópolis.  Ele foi indiciado pela prática de estupro de vulnerável, que prevê pena de até 15 anos, podendo ser aumentada em até dois terços ante a gravidez.

Outro caso

Em outubro de 2017 a adolescente foi vítima de assédio cometido por um homem de 27 anos, o qual foi indiciado e está preso no Presídio Floramar.

De acordo com o delegado Weslley Amaral as investigações persistirão para se apurar eventual conivência dos familiares da vítima, ou ainda a prática do crime de abandono de incapaz, vez que ela já havia sido vítima anteriormente de crimes contra a dignidade sexual.

*Matéria atualizada às 16h20

 

Fonte: G1 ||

print

Comentários