Redação Últimas Notícias

A polícia nacional paraguaia prendeu na madrugada dessa quarta-feira (22) um dos suspeitos do assassinato da estudante brasileira, Erika de Lima.

Cristopher Ayala, de 27 anos, foi preso na cidade de Concepción, no Paraguai. A polícia paraguaia considera Cristopher o principal suspeito do crime por conta de evidências encontradas na casa dele.

O suspeito é eletricista e trabalha com instalação de câmeras de segurança. Cristopher é investigado pela morte de outra mulher ocorrida em 2012, na época foi liberado por falta de provas.

O crime

A estudante brasileira Erika de Lima Corte, de 29 anos, foi morta na madrugada dessa segunda-feira (20) no município paraguaio de Pedro Juan Caballero, que faz fronteira com Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul. A estudante cursava Medicina no Paraguai.

(Foto: Reprodução/Facebook)

De acordo com a perícia, o corpo da estudante tinha marcas de 16 perfurações na região do tórax e pescoço. Segundo boletim de ocorrência registrado pela polícia paraguaia, o corpo de Erika foi encontrado com um pano branco sobre o rosto.

Erika foi encontrada no quarto de um apartamento. Ela dividia residência com uma colega de faculdade, Milena Oliveira, que disse à polícia ter saído de casa às 17h e, quando retornou, de madrugada, encontrou o corpo da colega de quarto.

O crime foi registrado como homicídio doloso, mas a suspeita é de que não tenha sido algo premeditado. A Divisão de Homicídios do Paraguai investiga o caso.

Cristopher Ayala é o principal suspeito de cometer o crime. Ele é investigado pela morte de outra mulher ocorrida em 2012

Imprimir

Fonte:

Com portais de notícias