A Polícia Civil realizou nesta quinta-feira (4) a reconstituição do latrocínio (roubo seguido de morte ) de um homem de 45 anos e de um adolescente de 17 em uma fazenda na zona rural de Santo Antônio do Monte.
Ela é importante para a gente esclarecer alguns detalhes dos fatos, escutar as versões dos envolvidos e detectar alguma possível incoerência nas declarações, explicou o perito Bruno Diniz.
O crime ocorreu na noite de terça-feira (2), quando quatro homens encapuzados invadiram a casa e mataram o filho e o dono da fazenda. Segundo a Polícia Civil, o homem reagiu quando foi abordado pelos criminosos. Por isso, foi morto. Já o adolescente tinha uma dívida com os suspeitos proveniente do tráfico de drogas. Três homens foram presos e um adolescente apreendido um dia após o crime.
Durante a reconstituição, um dos suspeitos assumiu a autoria dos disparos contra as vítimas. Ele disse ainda que também atirou contra um idoso de 81 anos que estava na casa, mas a arma não funcionou. Todos os presos participaram da reconstituição, mas apenas três são suspeitos de invadir a fazenda.
Dois participaram do roubo à motocicleta em Lagoa da Prata na tarde do mesmo dia do ocorrido. Desses dois, com outros dois vieram até a fazenda e praticaram o latrocínio e o homicídio. Os outros dois são os que estavam envolvidos na guarda da arma de fogo após a utilização dela no crime, detalhou o delegado Rodrigo Noronha.
Os suspeitos foram presos um dia depois da morte das vítimas. Durante buscas, os policiais encontraram um casaco e dois retrovisores, o que ajudou na identificação. Um senhor nos ligou dizendo que havia pedaços de motocicleta na localidade rural dele. E a Polícia Militar abordou dois indivíduos que haviam praticado um roubo em Lagoa da Prata e levado uma motocicleta, disse o inspetor Ozeis Barreto.
Meio quilo de maconha e duas motos foram apreendidos com os homens. Eles vão responder por crimes de associação para o tráfico, tráfico de drogas, latrocínio, homicídio qualificado, favorecimento real e posse ilegal de arma de fogo.

Imprimir
Comentários