Redação Últimas Notícias 

As tarifas cobradas nas praças de pedágio instaladas em alguns pontos da rodovia MG-050 serão reajustadas.

O contrato de concessão, firmado em 2007, entre a AB Nascentes das Gerais, concessionária responsável pela rodovia e o Governo de Minas Gerais, estipula que as tarifas sejam reajustadas, anualmente, no dia 13 de junho de cada ano, com base no índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Em 2018, o reajuste será de 1,72%, o que na prática, significa um aumento de R$0,10 na tarifa cobrada atualmente, que é de R$5,80, por automóveis, caminhonetes e furgões. O valor reajustado para motos, cujos condutores pagam atualmente R$2,90, também será de R$0,10.

Para caminhões, a cada dois eixos, o valor do pedágio será de R$11,80, R$0,20 a mais do valor cobrado atualmente.

De acordo com a AB Nascentes, “o dinheiro pago no pedágio é revertido em benefícios para os usuários das rodovias e para a região onde a praça de pedágio está inserida, por meio do desenvolvimento promovido pelos investimentos e infraestrutura e também através do pagamento do Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza (ISSQN) aos municípios que já chegam a R$36,5 milhões ao longo dos anos de concessão”.

A empresa ainda salienta que, anualmente, são investidos milhões de reais na melhoria da infraestrutura da via. Segundo dados da AB Nascentes, R$1,2 bilhão já foram gastos em melhorias desde 2007.

Apesar da afirmação da concessionária a respeito de investimentos, são muitas as reclamações de usuários da via sobre as condições da MG-050 e da falta de suporte aos motoristas previstos no contrato de concessão, que vão desde fraldários a telefones públicos. O ponto mais criticado ainda é o atraso nas duplicações que trariam mais segurança para a via.

O reajuste também é valido nos pedágios das rodovias BR-265 e BR-491, que também estão sob a responsabilidade da AB Nascentes.

Imprimir

Comentários