O presidente Michel Temer vai decretar uma moratória para proibir a abertura de novos cursos de medicina no Brasil pelos próximos cinco anos. A informação é da coluna de Mônica Bergamo, da “Folha de S. Paulo”.

À coluna, o ministro da Educação, Mendonça Filho (DEM-PE) confirmou a informação e disse que o decreto já está na mesa de Temer, esperando apenas a assinatura, que deve acontecer até o fim deste ano.

“Há um clamor dos profissionais de medicina para que se suspenda por um período determinado a abertura de novas faculdades, em nome da preservação da qualidade do ensino”, disse Mendonça.

Os processos de abertura de novos cursos de medicina em andamento não serão afetados pelo decreto de Temer.

IMPRIMIR

Fonte:

O Tempo