O presidente interino Michel Temer sugeriu, em entrevista ao jornal Valor Econômico, que a diferença entre a idade de aposentadoria de homens e mulheres caia de cinco para três anos. Ele disse que reconhece que a jornada das mulheres em casa e no trabalho precisa ser considerada, mas que, ao mesmo tempo, elas vivem mais.

“Eu sou favorável [que a mulher possa se aposentar mais cedo]. Sabidamente as mulheres hoje vivem mais que os homens, mas tem essa coisa da dupla, tríplice jornada. Na minha cabeça, tem que haver uma pequena diferença, se o homem se aposenta com 65, a mulher pode se aposentar com 62”, colocou.

Na mesma entrevista, Temer avalia que a tentativa de aprovação da reforma da Previdência será “uma batalha feroz”, mas que as centrais sindicais acabarão apoiando a proposta. Segundo ele, a expectativa é que o texto seja enviado ao Congresso antes de passar a eleição.

Dentre vários pontos, o presidente interino também disse que o governo tem se preocupado com a queda rápida da cotação do dólar frente ao real, afirmou preocupação com a situação industrial do país, mas negou que já haja uma nova política de industrialização preparada.

 

Fonte: Hoje em Dia ||

print

Comentários