Podem tirar os agasalhos dos armários porque a estação mais fria do ano já está batendo na porta. Oficialmente, estamos no outono, mas já é possível sentir os primeiros sinais de aproximação do inverno, que começa em junho.
Segundo especialistas do CPTEC (Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos), nesta estação, que compreende os meses de junho, julho e agosto, as temperaturas serão climatologicamente amenas e com menos chuvas, especialmente nas regiões Sudeste e Centro-Oeste.
É por isso que junto com o inverno, quando o clima fica seco e frio, chegam também as crises de doenças respiratórias. Quem já tem esses problemas sofre bastante. Começam as tosses, a dificuldade de respiração, irritação na garganta e o mal-estar.
Na tentativa de fugir desses sintomas e de doenças características, como resfriados, asma, rinite, pneumonia e sinusite, entre outras, um dos conselhos dado pelos médicos é beber muito líquido. Mas é bom lembrar, que as pessoas jamais devem se automedicar: a decisão correta é procurar um profissional e seguir as recomendações.

Chamada
Doenças respiratórias – independente
Veja as doenças mais comuns e os cuidados para esta época do ano

Gráfico: GRsa21021 Tamanho: x cm

Matéria: 1.134 caracteres

O infográfico independente permite que os editores o utilizem sem a necessidade de apuração do assunto. Isso porque traz um pequeno texto que funciona como complemento à informação visual. Dessa forma, a edição desse produto facilita o fechamento, cria alternativas para os editores e oferece mais informação aos leitores em menos espaço.

print
Comentários