Nesta sexta-feira (21), termina a Campanha de Vacinação contra a Poliomelite. Em Córrego Fundo, as crianças poderão ser vacinadas nas Unidades de Atenção Primária de Saúde – UAPS ?Padre Dionísio? (anexa ao Pronto Atendimento Municipal) e ?Cristino Antonio de Faria? (em Córrego Fundo de Baixo). Os pais ou responsáveis pela criança deverão apresentar o cartão de vacina.
Esta é a 34ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite. A ação começou no dia 8 e terminará no dia 21 de junho. É importante ressaltar que não existe tratamento para a poliomielite e somente a prevenção, por meio da vacinação.
De acordo com o Ministério da Saúde, neste ano, o público-alvo a ser vacinado na campanha é a partir dos 6 meses, com a vacina oral, as chamadas gotinhas. Isso porque as crianças menores de 6 meses já estão sendo vacinadas com a injetável nos postos de vacinação. É importante reforçar que os pais não se esqueçam de levar a caderneta de vacinação dos filhos para que o profissional de saúde possa avaliar a situação vacinal da criança.
A doença
A poliomielite é uma doença viral, causada por poliovírus e subdivide-se em três sorotipos (1, 2 e 3). É altamente contagiosa e afeta, principalmente, crianças menores de 5 anos de idade. O vírus é transmitido através de alimentos e água contaminados e se multiplica no intestino, podendo invadir o sistema nervoso. Muitas pessoas infectadas não apresentam sintomas da doença (febre, fadiga, cefaleia, vômitos, rigidez no pescoço e dores nos membros), mas excretam o vírus em suas fezes, portanto, podem transmitir a infecção para outras pessoas.
Falta de higiene e de saneamento na moradia, além da concentração de muitas crianças em um mesmo local, favorecem a transmissão.

Imprimir