Quase 20 terremotos de até 5,8 graus de magnitude foram registrados na madrugada desta segunda-feira (19) no Equador e deixaram um morto, além de danos em hotéis e residências.

“Temos a morte de uma senhora de 75 anos por um infarto provocado pelo terremoto”, afirmou Gabriel Rivera, governador da província de Esmeraldas (noroeste, fronteira com a Colômbia), epicentro dos recentes tremores e também atingida por um forte terremoto em abril.

Rivera também citou danos consideráveis em hotéis nos balneários turísticos de Atacames e Tonsupa.

“Há bastante infraestrutura hoteleira em colapso, casas também, em Atacames”, disse à Rádio Pública.

O tremor mais forte, de 5,8 graus, aconteceu no Pacífico, perto de Atacames, às 02h11 locais (05h11 de Brasília). Depois foram registrados tremores secundários de até 4,2 graus, de acordo com o Instituto Geofísico de Quito.

No dia 16 de abril, um terremoto de 7,8 graus na costa equatoriana deixou 673 mortos e provocou um prejuízo de três bilhões de dólares.

Imprimir

Fonte:

O Tempo